sábado, 17 de junho de 2017

O triste caso da AMORA e seus 2 irmãos = recado para o casal que os abandonou no sítio de um senhor idoso.

A história da Amora me foi relatada há mais de 1 ano.
Me impressionei  e fiquei de escrever sobre ela, mas o tempo foi passando... 

Hoje Jane e Poliana foram no sítio bater fotos, porque Seu Carlos cada vez vai menos lá (ele não mora lá) e os cães estão - literalmente - se matando. Ninguém pode resgatar pois tá todo mundo com lotação esgotada, em casa ou pagando ho$$pedagens.
Bem, elas voltaram determinadas a doar os pobres cães.
O texto da Poliana, que colo abaixo, é para impulsionar a adoção da Amora. A história dela,  contada pelo seu Carlos, foi a seguinte:
- "
Uma tarde do verão de 2016, um casal apareceu na casa do seu Carlos, e fez aquela chantagem emocional que protetores conhecem bem,  para que ele aceitasse seus cães no sítio, pois precisavam viajar, mas claro, os pegariam na volta. Pediram para ele cuidar  até que...e bla bla bla". Uma triste e mentirosa história. Nunca voltaram! Nem para doar ração! Como a 
 fome ronda esses lugares e eles resolvem na briga, por comida e espaço, alguns dias depois a matilha matou  os 2 maninhos da Amora,  uma cadelinha branca, peludinha e idosa e um machinho pequeno. Assim a Amora viu, quietinha, seus aumiguinhos morrerem, mas ainda não é o fim. Ela ficou, pelo temperamento doce que tem, mas ainda está lá e todos de lá ainda correm riscos de morte, diariamente, pois cada dia que passa, Seu Carlos consegue ir menos no sítio (ele tem mais de 80 anos) e a cada dia tem menos ração, cada dia mais agonia, enfim: AMORA precisa ser adotada, como todos! Foi deste sítio que veio a "minha"  Momosa (clique no nome dela para a história dela), do mutirão de 2015, para quem pago ho$pedagem até hoje e também precisa de adotante.💕
O texto da Poliana,  sobre a AMORA, está abaixo e está lindo. Limites são necessários, pois não somos eternos!
Cartaz das duas para compartilhar, tá? Por favor.
NOTA: não conheço NENHUM local com muitos cães onde não houvesse brigas até a morte de alguns, por mais cuidados que sejam!  😥
 Amora 
Amora já teve uma família. Ou melhor, alguém que ela achava que era sua família, porque o que fizeram com ela e com seus irmãos, NÃO SE FAZ!
Ela foi abandonada em um sítio de um senhor que era acumulador de cães. Ajudamos esse caso no ano retrasado e, ano passado, diminuímos o número de animais de lá, com ajuda de protetores e de adotantes que não ficaram fazendo exigências ridículas e que decidiram salvar uma vida. Infelizmente, os mais assustados e considerados menos bonitos, ninguém quis adotar. Estão sendo cuidados de vez em quando, recebem alimento duas vezes na semana e assim estão vendo o tempo passar...
Cada vez mais tristes, cada vez mais arredios.
Bom, Amora e dois irmãos caninos foram largados nesse local. Como acontece em todo local cheio de cães, os cães da matilha atacaram os novos animais e seus irmãos morreram. Sim, dois cães que tinham um lar e que foram jogados fora, morreram pisoteados, mordidos, com furos nos corpos, com sangue, com pânico. Tiveram um fim de vida trágico por culpa do irresponsável que os largou lá. Felizmente a Amora foi aceita na matilha, mas infelizmente sabemos que, se acontecer alguma briga com ela, ela não vai conseguir se defender.
Ela é extremamente amorosa. Mesmo tendo sido abandonada, não perdeu a fé nos humanos e fica toda feliz quando nos vê. Pede carinho, abana rabinho, nos segue, mas precisa sair de lá o quanto antes. Ela precisa de um lar seguro e de uma família de verdade! De alguém que a considere um membro da família, um amigo fiel, um ser com sentimentos, pois é isso que ela é.
Ela é castrada, é de médio porte, parece uma border collie (um pouco menor e sem o branco na pelagem, mas o mesmo tipo de físico), convive com outros cães e adora pessoas. Apesar dos pelinhos brancos, não é uma cachorrinha velha. Ajudem a fazer com que ela seja adotada antes de perder a fé e a confiança nos humanos?
Para adotá-la, envie whatsapp para 48.991012705