sexta-feira, 26 de maio de 2017

Novas fotos do PERSEU (PEPÊ) adotado em 2012

Pepê era esse bebezinho abraçado com a Serafina,  que chegou para mim num verão, pelas mãos de uma adotante querida, que o viu e resgatou. Na época eu ainda ficava com cães que as pessoas amigas achassem. Hoje não mais. Eu ensino tudo que sei e ajudo de outras formas, como divulgar e doar, mas ficar não posso mais, pelo número de cães que ainda tenho ho$$pedados, há anos. Assim, fica mais justo, né?
O trabalho de cuidar de filhotes e doa-los é imenso! Especialmente doar. Não consigo mais. Fiquei meio traumatizada com a quantidade de devoluções, especialmente quando a gente doa filhotes. É triste.

Mas o Pepê, que hoje é Perseu, só me deu alegrias. Pensa num bebê de 2 meses que fica te olhando dormir e te acorda sem fazer um som (creio que por telepatia) para abrir a porta e fazer xixi na rua! Ele foi o bebê mais adulto que alguém já teve, tenho certeza! Um anjo, quase monge tibetano! Tanto que eu queria ter ficado com ele, mas meu Nemo não o aceitaria e ainda bem, pois ele cresceu. E muito. E gigantona eu já tenho a Fiona. Mas dá uma alegria saber que ele está muito bem e feliz, ao lado de sua cãopanheira Madonna e sua mamãe Gerusa, a quem agradeço. E continua sério, querido e um amado. Nunca incomodou. Ficou um adulto lindo, né? Perseu tem alma - uma alma pacífica, linda e tranquila.💙
Para saber mais sobre esse lindão, clique AQUI e para seu primeiro post AQUI. Ele tem vários!