quarta-feira, 7 de setembro de 2016

ROUGE resgatada em 2012, em fotos atuais.






Rouge, essa tristonha ao lado,  foi mais uma anjinha vítima de tutores irresponsáveis, que planejam sua vida sem levar em conta as vidas que "escolheram" assumir. 
Se mudaram e a deixaram na rua, no bairro Rio Vermelho; simples assim. Gente ruim! 

Cães são eternas crianças e não, não se viram sozinhos.
Só sobrevivem se alguém os ajudar.
Mesmo que ganhem água e comida, ainda assim, morrem cedo, por vermes, viroses e outras doenças e perigos que têm na "rua", como poe exemplo - alguns humanos sem alma.  Hoje ela está bem adotada, mas essa foi sua segunda adoção. Só que feita com meu conhecimento, dentro dos critérios corretos. O motivo dos primeiros adotantes não terem ficado com ela, foi de saúde e modo de vida. Apesar disso, eles ficaram com ela até doar de novo e arrumaram ótimos adotantes. Isso é o correto. Ficar com o cão até nova adoção. Inclusive consta no Termo de Adoção. Devolver para quem já tem muitos é absurdo, se passou do período de experiencia ou o combinado com o doador. Ele é linda, ruiva e uma amada. Está sendo mimada, como sempre foi, desde que saiu das ruas. Resolvi assumir a lindona pois o Rio Vermelho não é bacana para animais, tem muita gente que mata, envenena, maltrata etc. Não sei porque, mas tem áreas em Floripa que são verdadeiro inferno para os animais. Essa é uma delas! Enfim, Rouge ficou comigo e foi adotada 2 vezes. Isso também acontece. O que importa é que ela está muito bem cuidada e amada. Gratidão a ambos adotantes por serem responsáveis, mesmo diante das dificuldades! 

NUNCA abandone. Abandonar é matar lentamente.
Comigo, curtindo carinho e rede, em 2012


2016

Adotada e folgadíssima!
Com maninho e mamãe