terça-feira, 13 de setembro de 2016

Primata sensação na internet pode matar você! LEIA!



Abaixo do texto, imagens da internet mostrando a realidade da vida deles por causa da ignorância humana! Não domestique! 
Animais nasceram para a liberdade, como você e eu.
Assista ao vídeo libertador  A Q U I
Depois de VER, nunca mais você vai querer ter.

" Ele parece um bichinho de pelúcia e seus olhos grandes chamam a atenção. Este é o Lóris (Nycticebus sp.), um primata encontrado somente na Ásia e que tem virado sensação na internet como animal de estimação.
A única coisa que muitos não sabem é que esse bichinho é o único primata venenoso do mundo e pode matar um homem apenas com uma mordida.
Este VÍDEO, que  viralizou na internet, mostra uma mulher fazendo cócegas no Lóris, que parece gostar. Na verdade, ele não está gostando, mas tentando se defender, já que as glândulas de veneno ficam localizadas nos braços. Quando acessa essas glândulas, ele mistura o veneno com a saliva e espalha pelo corpo. Esta atitude serve tanto como repelente contra insetos quanto contra predadores. O grande perigo está na mordida dele, pois quando o veneno entra em contato com o sangue causa necrose, podendo também causar choque anafilático e até mesmo matar uma pessoa.
Os vídeos com Lóris dão a entender que ele é um bichinho perfeito para ser domesticado. Esta fama está causando uma hiper valorização dele no mercado clandestino, que, juntamente com a destruição de alguns habitats naturais, já o colocam na lista das espécies em ameaça de extinção. 

A crueldade dos humanos e a ganância, não tem fim?
Em muitos países, eles acabam eutanasiados.
Deixemos os animais em paz, por favor!

 








Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bem vindo (a) ao sistema de comentários do Blog Ficacãomigo.
Todo e qualquer texto publicado é de exclusiva e integral responsabilidade de quem o fez, uma vez que publicamos textos de terceiros, cuja fonte sempre é citada. Os de autoria da proprietária do BLOG não contém fonte. Em caso de abuso ou crime, reservamo-nos o direito de usar os dados disponíveis no servidor para rastrear. a autoria e acionar os meios legais competentes.