domingo, 29 de novembro de 2015

FRED, o cão herói!

 Fred é um dos tantos cães caramelos que lotam abrigos e ho$pedagens. Essa cor é mais rejeitada que os cães pretos. Duvida? Vá num abrigo ou CCZ e veja. E por isso e outros motivos, o Fred, resgatado jovem ainda, está há 6 anos aguardando pelo tão sonhado lar.Mas, verdade seja dita, ele é tão grudado no Totó, outro que está debutando na ho$pedagem na Sônia, que a adoção de ambos ficou truncada, pois eu quis que fossem adotados juntos,  e isso nunca aconteceu.


Na real eles são tão adaptados com a Sônia que hoje seria estranho tirá-los de lá. Com certeza eles já encaram a casa como sua e seus aumiguinhos de hospedagem como membros da mesma família, e isso ficou claro semana passada. Belinha é da Sônia Maria, a dona da casa/ho$pedagem onde eles ficam.  Fred foi ficando por lá e se enturmando com todos. É um cão mega social! E leal até o ultimo pelo do corpo. Tipo do cão bom. Se eu morasse numa casa, Totó e ele estariam comigo, para sempre! E pelo que se viu, a amizade dele não é só com o Totó. Tanto que arriscou sua vida para salvar - e salvou - a Belinha. Fiquei orgulhosa, embora temerosa por ele. Calma, já vou contar.

Semana passada Sonia foi passear com seus cães e alguns hospedados, como sempre faz,  a noite. Belinha, Fred, Totó e Joca, os mais antigos na casa, a acompanham, sem guia. E assim a matilha passeia tranquilamente, há anos. 
Mas nessa noite, por descuido, a Rottweiler de um dos vizinhos estava solta. Resultado? 
O que sempre acontece quando cães não sociáveis se soltam: Ela atacou a Belinha, essa lhasa de 9 anos, ao lado. Com a gritaria que se sucedeu - a Rott com a Belinha na boca, que pegou pelas costas -  Fred nem piscou. Num impulso de herói pulou em cima da Rott, a empurrando com uma voadeira!  Com o susto e o desequilíbrio, ela soltou a Belinha, com as costas furadas da mordida, tadinha. 
Quando ela ia atacar de novo Fred foi pra cima dela novamente e impediu novo ataque. Ele teve sorte. Podia ter morrido - ambos. Mas entre ganidos e gritos a tutora da Rott a chamou e ela correu para casa. Mesmo assim, Belinha se machucou bastante. Se não fosse o Fred, teria virado estrelinha ali mesmo. Sonia me ligou, contando o ato heróico dele, confirmando o que eu já sabia: Ele é um baita cão! Leal, de boa índole, amigo, tudo de bom e agora é um herói. Me preocupa o fato deles passearem sem guia, mas assim eles se acostumaram e tirar isso deles, agora, não sei se seria saudável. Enfim, muitas dúvidas sobre como os tratamos. Espero que Fred não se meta mais em brigas pois ele não é um brigão - É sim, um herói. Sua intervenção salvou a Belinha, isso é fato!  Para ler mais sobre esse anjo, acesse os links abaixo, para saber mais sobre esse lindo:
Fred e Totó prontos.../Fred fez cirurgia /Fred e Totó








   





Quem sabe você os adota e tem um herói em casa? Porque o amigão Totó tem que ir junto, e seu terreno tem que ser grande, para que eles não sintam vontade de passear (como isso me aflige!). Eu ficaria bem mais tranquila. Embora já sintam a casa da Sônia como deles, ainda é tempo de terem um LAR. Quem sabe? Uma coisa é certa: eles são o máximo! Quem os adotar vai saber.