quarta-feira, 28 de outubro de 2015

AMY está perdida.Conheça sua história. ENCONTRADA em 5.12.15 VIVA!!!!!


Preciso de muita ajuda, de humanos e dos anjos, para encontrá-la. 
É muito triste quando um cão se perde de sua família e não sabe como voltar para casa. Aconteceu num dia de trovões quando o pedreiro abriu e fechou o portão com ela do lado de fora. Assim a família acha que foi, que sendo moradia nova, ela saiu a procura dos seus " pais" e, não conhecendo a área, ficou perdida. Mas há outras possibilidades, pois AMY é linda, grande e medrosa, muito medrosa. Incapaz de fazer mal a ninguém. 
No próximo post vou falar de cães medrosos e devoluções. Essa foi a segunda adoção de Amy e seus tutores a tratam bem, como filha, é só ver pelas fotos, instalada nos sofás e poltronas. Eu não sabia que ela estava tão linda pois nem todos a gente acompanha de perto e, muitos, a gente perde o contato. Especialmente as adoções realizadas  antes da existência das redes sociais e as  trocas de telefones, que há alguns anos, a maioria tinha apenas telefone fixo e hoje não. Enfim, Amy está por aí, com frio e medo.  A família me achou no facebook e pediu ajuda. Se alguém a resgatou, pode estar em qualquer lugar... AJUDE divulgando o cartaz? Obrigada.




Fotos por ano, em ordem decrescente
Na casa de sua família, este ano.








Comigo (de novo), na casa de praia, dos 6 aos 9 meses, reaprendendo 
a ser cachorro, correndo e brincando, feliz!






Aos 2 meses, já linda! A cor dos olhos mudou para verde/caramelo.
Com os maninhos, no meu apto, em junho de 2009, onde receberam os primeiros cuidados e foram, aos poucos, sendo adotados.








A caixa, panos e madeiras,  foram colocados pela Duda Corsini que os achou e me pediu ajuda. Como fechar os olhos?  Bem, hoje eu não assumiria. Uma hora a gente tem que parar e eu estou sempre tentando...