quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Abacate para cães? NÃO!


Texto abaixo de Alexandre G. Valente

Antes de avacalhar a publicação comentando que voce dá abacate para seu cão e que nada causa, pesquise o tema com profundidade ou leia atentamente o texto e verifique as fontes que forneço para preservar a saúde de seu animal. A primeira contra indicação ao consumo de abacate para os cães é a presença de gordura vegetal de difícil digestão para eles com a possibilidade, dos de grande porte, ingerirem acidentalmente o caroço. Os acidentes ocorrem nos quintais com abacateiros plantados graças a curiosidade dos animais notada também quando eles nos observam comendo algo. A substância tóxica em questão é a persina, um fungicida natural da planta derivado de ácido graxo presente no fruto, casca e folhas, sendo tóxico a cães, gatos, aves, cavalos, alguns roedores, caprinos e coelhos. A toxidade é dose-dependente e a resposta de cada animal é distinta. Os sintomas da intoxicação por persina são: Vômitos, diarréia, desconforto respiratório, acúmulo de fluidos no tecido cardíaco. Altas doses de persina podem levar ao óbito.
Além do caráter informativo aos amantes do animais, esta publicação também ilustra a ineficácia dos testes de fármacos conduzidos em animais. Outros frutos como a uva, jamais seriam aprovados para o consumo humano, baseado nos obrigatórios testes pré-clínicos realizados em animais. Os cães da raça beagle são os mais empregados como espécie não roedora nentes ensaios.

Fontes:
ASPCA - American Society for the Prevention of Cruelty to Animals

NCBI - National Center for Biotechnology Information 
Some food toxic for pets ( Alimentos tóxicos aos Pets )

Cachorro Verde