segunda-feira, 3 de agosto de 2015

NÃO CAIA NO MITO DA 1° CRIA!

"Cadelas castradas antes do primeiro cio possuem o risco de 0,05% de desenvolverem câncer, enquanto que as que são castradas depois do primeiro cio, o risco passa para 8% e a partir do terceiro cio sobe para 26% e quanto mais cios, mais chance tem!
A chance de desastre é maior ainda se tiver crias, pois as neoplasias mamárias são geralmente a base de hormônios, ou seja, quanto mais tempo demorar para castrar e quantos mais crias, pior. 

E se existe aí a hipótese de dar a 'vacina contra o cio', primeiro de tudo, saiba que não é vacina, é uma injeção de hormônios, que você tem que dar todo mês, no dia certo, senão ela vai entrar no cio. No fim, o barato vai sair caro, pois além de todas as injeções que a pessoa iria gastar (que daria para pagar uma castração), a cadela irá desenvolver sim tumor de mama, o que é pior, pode morrer por metástases (tumor espalhado pelo corpo), e será necessário fazer cirurgia para retirar o tumor, que irá custar ainda mais caro e quanto mais velha, maiores são os riscos de a cadela ir para uma mesa cirúrgica." 

Fonte: Veterinária Bruna Schafer 

Extraído da página Adote um vira-lata RS.