sábado, 29 de novembro de 2014

Quer mesmo ADOTAR ?

Coisas como a situação mostrada no vídeo abaixo, acontecem. Se vc é dessas pessoas muito apegadas aos bens materiais, não sei se vai se adaptar com um cão. Minha sugestão é adotar um adulto, com mais de 3 anos. FILHOTES SEMPRE roem coisas, mesmo tendo brinquedos.  Não adianta bater, xingar e descontar sua raiva neles! EDUCAR sim, com firmesa e paciência. de qualquer modo, bom humor é essencial. Pense muito bem. Adotar um filhote para devolver adulto é uma das piores coisas que você pode fazer com um protetor de animais! Quanto maiores, mais difícil de doar. Para ter, tem que GOSTAR. Garanto que há compensações 
Assista ao vídeo. Se você está recebendo por email, acesse o BLOG para poder ver. E desculpem, não sei editar, ainda...

video



sexta-feira, 28 de novembro de 2014

Cães entendem ... LEIA!

Copiado de http://veja.abril.com.br/noticia/ciencia/caes-entendem-as-palavras-ditas-a-eles-diz-estudo

Cães entendem as palavras ditas a eles, diz estudo.

Uma nova pesquisa traz evidências de que os cachorros entendem o que 

é dito, e não apenas a entonação do dono, na hora de responder a comandos

cachorro
Estudo indica que o melhor amigo do homem é capaz de processar a fala humana de forma mais sofisticada do que se imaginava (Thinkstock/VEJA)
Cachorros são capazes de responder a diversos comandos feitos por seus donos, mas estes muitas vezes se perguntam se eles entendem o que é dito ou apenas a entonação ou alguma “dica” do que foi falado, respondendo de forma automática. Uma pesquisa publicada nesta quarta-feira oferece as primeiras respostas para essa questão e indica que o melhor amigo do homem é capaz de processar a fala humana de forma mais sofisticada do que se imaginava.
CONHEÇA A PESQUISA




Onde foi divulgada: periódico Current Biology


Quem fez: Victoria F. Ratcliffe e David Reby


Instituição: Universidade da Sussex, Inglaterra


Resultado: Os pesquisadores mostraram que as palavras que são ditas influenciam a capacidade do cão entender ou não um comando, e não apenas a forma como são ditas
O estudo, publicado no periódico Current Biology, traz evidências de que os cães são capazes de entender tanto componentes subjetivos da fala, como a entonação e o teor emocional, quando as palavras propriamente ditas.  
“Apesar de não podermos dizer quanto ou de que forma os cães entendem informações da fala humana, podemos afirmar que os cães reagem tanto a informações verbais quanto a elementos relacionados à pessoa que fala e que esses componentes parecem ser processados em regiões distintas do cérebro deles”, afirma Victoria Ratcliffe, da Escola de Psicologia da Universidade de Sussex, na Inglaterra, e uma das autoras do estudo.
A pesquisa mostrou ainda que os cães processam a fala humana em um hemisfério do cérebro, e as informações adicionais no outro. Estudos anteriores já haviam mostrado essa tendência quando eles processam informações sonoras emitidas por outros cães.
Observando as reações — Para realizar o teste, os pesquisadores reproduziram uma série de comandos diferentes para os cães, e observaram suas reações. Nesses sons, eles misturaram as variáveis do sentido da fala e as informações adicionais, criando palavras com sentido e sem entonação alguma, palavras sem sentido e sem entonação, com sentido e com entonação e assim em diante. 
Os sons foram emitidos a partir de ambos os lados do animal, para que cada ouvido recebesse o estímulo ao mesmo tempo e com a mesma amplitude, e os pesquisadores observavam para que lado os cães viravam a cabeça após escutar cada comando. “O conteúdo que chega a cada ouvido é transmitido principalmente ao hemisfério oposto do cérebro. Se um hemisfério é mais especializado em processar certas informações do som, esses dados devem vir da orelha oposta”, explica Victoria.
Assim, quando o cachorro se virava para a esquerda, indicava que a informação no som reproduzido foi captada mais proeminentemente pela orelha esquerda, o que sugere que o hemisfério direito é mais especializado em processar esse tipo de informação.
“Se nós temos um comando ao qual eles estão acostumados a responder, é familiar para eles, eles reagem de uma forma. Mas se nós misturamos as sílabas, formando algo que soa similar mas não tem sentido, o comando perde o sentido para eles também e eles reagem de forma diferente”, explica Victoria.
Quando eram apresentados comandos falados familiares, os cães mostraram uma tendência de processar principalmente no hemisfério esquerdo (ou seja, se viravam para a direita), porém quando a entonação e outras características da fala eram mais exageradas, era o hemisfério direito que agia principalmente.
“Isso sugere que o processamento dos componentes da fala no cérebro do cachorro é dividido entre os dois hemisférios de forma muito similar ao que acontece no cérebro humano”, afirma David Reby, coautor do estudo e pesquisador da Universidade de Sussex.
Os pesquisadores ressaltam que essa descoberta não significa que os cães entendem tudo o que os humanos dizem ou que eles possuem uma habilidade em linguagem semelhante à do homem, mas, de acordo com Victoria, os resultados confirmam a teoria de que esses animais prestam atenção “não apenas em quem somos e como dizemos as coisas, mas também no que dizemos”.
.....Qualquer dono de cachorro sabe que o bicho é perfeitamente capaz de compreender gestos e olhares, como a indicação de um local para o qual apontamos ou um olhar de reprovação. O que poucos sabem, porém, é que essa habilidade de compreensão da nossa linguagem corporal é extremamente rara entre os animais — nem mesmo os chimpanzés podem interpretar tão bem nossos gestos quanto os cachorros.

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Mais opções de casinhas e caminhas PET

Lembrando,sempre, que elas devem ficar embaixo de uma área COBERTA ou o frio, vento, chuva e calor tornam o local insuportável.
 

 




domingo, 23 de novembro de 2014

Notícias da NINHADA (exames, fotos e vídeo)

Nesta semana, a ninhadinha resgatada em 30/10, completa um mês aqui no meu apto. Foi uma ninhada atípica, pelo estado em que a mamãe e eles se encontravam, em total maus tratos. Desnutridos, com pulgas, carrapatos, fome, vermes, tudo. Além de me apavorar ao encontra-los e trazê-los comigo, deixá-los saudáveis foi uma tarefa de enfermaria e maternidade. E um trabalhão! Foi dedicação exclusiva para que todos se salvassem. Não foi fácil. Só uma bebezinha não resistiu e morreu na clínica, para onde levei na manhã seguinte ao resgate. Foi a única perda, felizmente. Me desdobrei para que mais nenhum morresse e adiantou! Claro que foram acompanhados de perto por uma médica veterinária. Pena que nem todos tem essa sorte!  Para terem uma ideia, anexo os EXAMES realizados. Abaixo, fotos do "KIT BEBÊS" que tive que ter para que todos sobrevivessem. Agora vem a parte mais dolorosa: DOÁ-LOS e confiar que serão cuidados com todo amor e carinho. Mais tarde farei um post com todos os passos para cuidar de um bebezinho. Ultimamente ando sem tempo mesmo. 



            Exame do menor dos bebês, o VINI (POR AMOSTRAGEM)
 Exame da Bella, a mammy deles: 

Se você recebe o post por email, tem que acessar o BLOG para ver o vídeo.
Estão muito fofos!
video

segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Hoje foi dia de exame dos babies...

Hoje fez 20 dias que os bebês mais lindos do mundo estão aqui no apto, com a mamãe deles, que foi resgatada com anemia profunda e desnutrição. Na foto ao lado vocês podem ver como a vida dela mudou e que feliz ela está! Depois de 2 dias aqui voltou a dar de mamar aos bebês, mas depois de comer COMIDA, não ração, a cada 2 horas. Quando uma cadela se recusa a dar de mamar para os seus filhotes, pode ser porque não tenha nem para ela, pensem nisso e investiguem a causa. O normal é ter leite e amamentar. Só um filhote não conseguiu sobreviver aos maus tratos dos primeiros dias de vida e morreu no dia seguinte ao resgate, com 7% de hematócrito! Os 5 que restaram estão cada dia mais saudáveis, mas foi uma UTI, praticamente. Da última consulta, há 10 dias, quase dobraram de peso. Fiquei super-hiper feliz! Mesmo assim, eles e a mãezinha tomaram polivitamínico injetável e foi realizado exames de sangue para ver plaquetas etc. Há 2 semanas eles tinham pneumonia, mas tomaram antibióticos e hoje estão curados! Ufa! Trabalhão, mas valeu a pena. Quem nunca cuidou de bebês não sabe o que está perdendo. Mas tem que ter tempo e dedicação, ainda mais com ninhadas de cães tão mal cuidados, de tutores irresponsáveis (ou malvados mesmo?). Bella vivia presa numa corrente mínima,  e os filhotes, sem o mínimo necessário para sobreviver... Nunca vou entender o que move esse tipo de gentalha! Vamos alegrar os olhos com fotos? Titia Tina Laus veio me ajudar a levá-los até a clínica, para eu poder ir numa única viagem. Obrigada! 





sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Mais uma da Serafina amadalindafofa!

Serafina é uma das cadelinhas mais maternais que eu conheço. AQUI você pode ver como ela já cuidou de diversos filhotes que passaram aqui em casa. Cada vez que eu passo com os filhotes para a sacada, ela vem atrás, trotando de felicidade, mas a mamãe não deixa ela chegar perto. No filme abaixo (se você recebe o post por email tem que acessar o BLOG) a cadelinha-mamãe olha para ela pelo vidro da sala. E ela fica ali, olhando e implorando por algum filhote. Nunca vi coisa mais querida! Ela é especial.


video