segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A importância da socialização para os cães

Acredito que saibamos muito pouco acerca do comportamento dos animais.
Por isso, sempre que encontro textos bacanas, divulgo. Boa leitura!
 
A receita para o cão perfeito

Existe uma regra de ouro na educação canina e eu vou contar com o maior prazer à vocês. Chama-se: SOCIALIZAÇÃO. Invistam em socialização!

Normalmente, as pessoas me procuram por que querem saber como melhorar a obediência de seus cães, como resolver problemas comportamentais ou como educá-los corretamente diante de determinadas situações. Mas o ideal não é trabalhar na resolução de problemas, e sim na prevenção. Uma das maneiras de agir neste sentido é socializando os cães.

Quando confrontados com situações novas, das quais não foram habituados, podem ter os mais variados sentimentos e, decorrente deles, reagir a outros cães, pessoas e variados estímulos além de não responderem adequadamente a interação humana.

Para o dia-a-dia do cão doméstico a socialização é fundamental. É através dela que eles serão preparados para viverem na sociedade humana.

Devemos ensiná-los a como se comportarem diante dos mais variados estímulos (cães, gatos, pessoas, ambientes públicos, sons, superfícies...) de forma segura e auto-controlada, e não suprimindo comportamentos indesejados como é feito no adestramento tradicional.

Quando digo: auto-controlada, refiro-me ao cão saber se controlar diante das situações e não ter que ser controlado pelos tutores ou treinador. É um controle que parte deles e não de nós.
Desde filhote o cachorro precisa ser socializado. Este processo é crucial no desenvolvimento sadio de cada indivíduo. Saber conviver com outros da sua espécie, de variados tamanhos, idades e características físicas bem como, acostumá-los a tipos variados de pessoas (estaturas, cores, vestimentas…). Sons, barulhos,  movimentos e ambientes diversos também estão inclusos na lista de socialização.

Frequentar as aulas em grupo de educação e socialização de filhotes é muito indicado, pois esta é a fase ideal para socializar um cão. Nessas aulas os tutores irão aprender a como procederem adequadamente com os seus cães. Mas é fundamental que o profissional eleito seja, de fato, qualificado e, também experiente, além de ser necessário dominar as mais modernas técnicas de educação canina, ou o estrago pode ser pior do que a ausência do processo de socialização.

No caso de cães adolescentes ou adultos, o processo é mais moroso e possui limitações referentes a evolução em grande parte dos casos, mas ainda assim é possível habituá-los a eventos do cotidiano, ensinando-os a como se comportarem adequadamente.

Por tudo isto, dediquem-se a socialização de seus cães!
Emmanuelle Moraes
Educadora Canina Positiva Especialista em Comportamento Canino
Membro da The Association For Force Free Pet Professionals
Representante nacional da Dante Dog Works - Lindsay,Ontário - CA