segunda-feira, 28 de julho de 2014

Meu filho é lindo! Átila - por Andréa Siqueria

O lindão abaixo foi mais uma vítima de maus tratos. 
Foi  adotado pela querida Andréa Siqueira. Parabéns aos dois!
Abaixo, o relato e fotos dela, para que vocês conheçam a história de mais
um anjo. infelizmente, de muitos comprados ou doados sem critérios...

"ÁTILA - um príncipe que terá que  aprender a enxergar com a alma.

Átila foi adotado por nós há pouco mais de três anos. Tem entre oito/dez anos de idade. Foi resgatado de maus tratos. Viveu durante anos  uma vida miserável, acorrentado, como muitos de sua raça, infelizmente. Na época do resgate ele pesava apenas 3K. Além disso estava minado de carrapatos, com os dentes podres, desnutrido e com erlíquiose. 
Sim - ele é um yorkshire puro. Supostamente, teria uma vida ótima. Foi comprado, certamente,  mas ao deixar de ser novidade, foi negligenciado... É um dos muitos exemplo da falsa ilusão de que os cães de raça sempre tem uma vida boa, porque as pessoas pagaram caro por eles. Muitos que compram, repassam a guarda antes do animal ter 2 anos, é a média. A realidade do Átila foi cruel. Uma vida de privações e maus tratos, sem o mínimo afeto ou preocupação com seu bem estar. Esta foi a realidade do Atila até o resgate. Felizmente, para ele e para nós, hoje é o príncipe da casa e de nossa vida. Tem dez irmãs caninas, todas adotadas e castradas, que o amam. Mãe(eu) e vóvis super protetoras que repararam que ele estava tendo dificuldades para descer a escadinha do sofá e que, às vezes, parecia não ver algo que colocávamos na sua frente. Foi ao oftalmologista no dia 24/07/2014 e constatamos que quase não enxerga mais do olho direito e o olho esquerdo vai pelo mesmo caminho. Tem uma doença degenerativa da retina causada por uma infecção sistêmica, ou fungo, associada a uma alimentação deficiente do tempo que ainda não era da nossa família. A doença veio silenciosa e fulminante. Não há cirurgia. Ele apenas vai tomar um complexo vitamínico, mesmo assim, o prognóstico é a perda total da visão. Nosso príncipe amado está ficando completamente cego,  é cardíaco e tem problemas ns articulações... É óbvio que a gente vai ficar com ele e cuidar. Não somos do tipo que se desfaz de quem dá trabalho ou que trata os animais como objetos. Nós vamos dar mais amor, porque é isso que uma família faz! 
Família de verdade não compra, não maltrata, não negligencia, não abandona, não desiste de um membro quando ele mais precisa. Eles sofrem e se apegam... Nós nos apegamos! Então, só adote um animalzinho se você puder amá-lo por toda a vida dele (10-15 anos). Para mim é um tempo curto demais! Infelizmente, só posso dar um futuro maravilhoso para meus cães adotados, mas não posso apagar a vida pregressa deles e os efeitos que ela causou e se reflete no estado atual de saúde deles. Ah, e pra família que maltratou e não cuidou do MEU FILHO, só posso dizer que hoje ele é feliz demais, nós também, e eles perderam uma boa oportunidade de receber amor incondicional e lealdade infinita. Sinto muito por essas pessoas. Lamento mesmo. Só prejudicam um anjo em sua jornada. Por que? Nunca vou entender. Nosso príncipe é hoje amado e respeitado, como todos deveriam ser! Andréa Siqueira"



  Dormindo protegida