segunda-feira, 19 de maio de 2014

TESTAMENTO PARA ANIMAIS (por Fatima ChuEcco)

Excelente post, que tomei a liberdade de copiar abaixo, na íntegra, pelo bem deles. Quanto mais pessoas lerem e divulgarem (citando a fonte), melhor! 

"QUEM TEM BICHO PRECISA FAZER TESTAMENTO



 A partir de R$ 25 por mês é possível garantir alguma proteção para os bichinhos caso os donos morram antes que eles 


Mesmo que sejam jovens e saudáveis, as pessoas que possuem bichos precisam deixar por escrito e lavrado em cartório o que desejam que seja feito após sua morte. Parece mórbido, mas ninguém sabe o dia seguinte e há inúmeros casos de animais que foram abandonados e até mortos depois que seus donos partiram.E não é só a morte dos donos que pode afetar a vida dos bichos. Quantos não podem vir a precisar de filhos ou da família na velhice ou até mesmo antes disso, por motivo de alguma doença ou fatalidade? Quantos não precisarão de ajuda de parentes ou amigos próximos para cuidar dos bichos que foram seus fiéis companheiros? Vemos toda hora pessoas morrendo e seus bichos sendo enxotados para fora da casa ou coisa pior. Portanto, é fundamental pensar no futuro deles. 

É sempre chato escrever um testamento, mas é muito importante deixar tudo acertado antes de partir porque ninguém sabe o que vai acontecer no instante seguinte.  As pessoas parecem não se lembrar que não é só doença que mata, mas também acidentes, desabamentos, assaltos violentos, bala perdida... até intoxicação alimentar mata. E não importa a idade, todos estão sujeitos a tudo. Por isso, um seguro de vida pode resolver ou pelo menos amenizar a situação de bichos que perdem seus donos. Não existe seguro que pague algum prêmio diretamente para o cão ou gato. É necessário fazer seguro de vida e destinar o prêmio a uma pessoa de confiança ou uma ONG de proteção animal que se comprometa a investir o dinheiro na manutenção do bichinho.


Valores de resgate 



Vejo com frequência casos de extremo desespero sobre pessoas que morreram e deixaram vários animais sem qualquer suporte... muito menos dinheiro ou bens nas mãos de alguém que pudesse continuar cuidando deles. E nem é preciso ter muitos bichos. Basta ter um para essa situação se tornar uma tragédia. Por isso pedi a uma amigo que vende seguros uma estimativa de investimento e prêmio. Para termos uma noção, eis alguns valores de mensalidade e resgate, lembrando que o seguro passa a vigorar 15 dias depois de contratado e a pessoa destinada a receber o prêmio pode receber em até duas semanas também:


Mulheres
Na faixa dos 60 anos, com uma mensalidade de R$ 25 recebe cerca de R$ 13 mil, R$ 50 = R$ 27 mil e R$ 100 = 54 mil.
Na faixa dos 50 anos, pagando R$ 25/mês recebe cerca de R$ 33 mil, R$ 50 = R$ 66 mil e R$ 100 = R$ 133 mil.
Na faixa dos 40 anos, com R$ 25/mês recebe R$ 78 mil, R$ 50 = R$ 156 mil e R$ 100 = R$ 312 mil.
Na faixa dos 30 anos, com R$ 25/mês recebe R$ 119 mil, R$ 50 = R$ 238 mil e R$ 100 = R$476 mil. 

Homens
Na faixa dos 60 anos, mensalidade de R$ 25 = R$ 12 mil, R$ 50 = R$24 mil e R$ 100 = R$ 49 mil.
Na faixa dos 50 anos, R$ 25 = R$30 mil, R$ 50 = R$ 60 mil e R$ 100 = R$ 120 mil.
Na faixa dos 40 anos, R$ 25 = R$ 69 mil, R$ 50 = R$ 138 mil e R$ 100 = R$ 277 mil.
Na faixa dos 30 anos, R$ 25 = R$ 108 mil, R$ 50 = 217 mil e R$ 100 = R$ 434 mil. 

Para consultas mais detalhadas procurem meu amigo Eduardo Mattos pelo email eduardo@altasaude.com.br ou (11) 4114-7070 - ele trabalha com várias seguradoras 





Testamento

Não adiante se justificar dizendo: “cuidarei enquanto puder”. De que vale tanto sacrifício em vida pra deixar os bichos à própria sorte no caso de vir a morrer antes que eles? Não é justo. Quem tem bichos deve se preocupar em designar um tutor, uma ONG e, se puder, deixar dinheiro, carro ou imóveis em nome de alguém de confiança que poderá cuidar deles. Um testamento é bem útil especialmente se a pessoa possui ao menos uma casa onde os animais possam ficar até morrerem ou serem adotados. Mas se a pessoa não tem bens precisa, pelo menos, deixar alguém responsável pelos bichos. Precisa descrever no testamento peculiaridades como remédios administrados, idade dos bichos, doenças crônicas  ou comportamentos que precisam ser levados em conta.  

É aconselhável registrar o testamento em cartório e renová-lo conforme as situações forem se alterando com perda de alguns animais e chegada de outros ou perda e/ou acréscimo de bens. 

ANIMAIS QUE HERDARAM FORTUNAS

Nem sempre a pessoa conta com apoio da família e é por isso que muitos milionários já deixaram suas heranças para os bichos. Claro que os animais não podem administrar o dinheiro, então é muito comum que ex-empregados, enfermeiros ou amigos próximos fiquem como tutores dos bichos. Alguns casos notórios:
Em 2003, na Inglaterra, Margareth Layne, de 89 anos, deixou 160 mil dólares para seu gato Tinker, além de uma casa de 560 mil dólares. A fortuna foi passada para um casal de vizinhos que também gostava de gatos e tinha dois felinos. Todos passaram a viver na mesma casa.
Em 2007, nos Estados Unidos, Leona Helmsley deixou 10 milhões de dólares para seu maltês branco chamado Trouble. A milionária deixou mais 10 milhões de dólares para sua irmã na condição de que cuidasse do cachorro.
Leona e Trouble
Em 2010 foi a vez de Conchita e outros dois cães herdarem 25 milhões de dólares de sua ex-dona Gail Posner, falecida aos 67 anos, em Miami Beach. Os ex-empregados ficaram como tutores dos animais e administradores da fortuna.
Em 2011, na Itália, Tommaso se tornou o gatinho preto mais sortudo de toda a história. Herdou 10 milhões de euros de sua dona morta aos 94 anos. Foi a enfermeira que ficou com o dinheiro porque, além de gostar de gatos, ajudava uma entidade de felinos. 





ELES MERECEM!!!




É importante, em qualquer fase da vida, mas principalmente com o avanço da idade, deixar todas as instruções para uma emergência. Nossos animais precisam disso, precisam do nosso comprometimento até depois da morte. Eles merecem proteção mesmo quando seus donos se forem."