segunda-feira, 26 de maio de 2014

Gatos em cerâmica - LINDOS!

O que é bom merece ser divulgado. Adoro cerâmicas;  Artes em geral.
Quando vi havia salvado uma quantidade enorme de trabalhos, que compartilho aqui. Esta página do Facebook é sensacional! Vale a visita para alegrar os olhos e a alma. Todas as imagens foram copiadas de lá.
JT McMaster Silkscreen Printing






         



Fonte: https://www.facebook.com/pages/JT-McMaster-Silkscreen-Printing/290062267336?fref=photo


sábado, 24 de maio de 2014

Bate papo?


Duas lindas fotos sem créditos. Se souberem o nome do fotógrafo, me informem? Obrigada


sexta-feira, 23 de maio de 2014

Serafina e Fiona prontas prá festa!

Para quem não conhece minhas filhas caninas, aqui estão Serafina (marrom) e a Fiona (cinza), duas cadelinhas maravilhosas de tudo!  Mas o post é para contar que elas, há 2 meses, estão tomando banho no apto. Ficam muito feliz quando a companhia toca e a Mariana chega, especialmente a Serafina. Ela tem medo de tudo e fica estressadíssima com qualquer mudança, barulhos etc. A Fiona não liga - Em dia de jogos e reveillón dorme que é uma beleza e não, não é surda. É que, como a gente, cada um - cada um. Não há 2 iguais em  temperamento, medos, preferências, traumas.
O Nemo continua tomando banho na clínica pois tem a supervisão constante da Médica Veterinária, por seus problemas de saúde. Além do mais, uma pessoa sozinha não consegue lidar com ele. Esse é brabo de nascença! Mais um completamente diferente dos outros, como eu não me canso de falar. Hoje compartilho as fotos das meninas do meu coração, com a competente Mariana Poeta. Fiona tem 8 anos e Serafina só Deus sabe. Quando a resgatei já era velhinha, eu achava. Bem, na dúvida quanto ao pet shop, dê banhos em casa. Um bom termômetro é seu animal. Se ele nunca quer entrar na Clínica/Pet, cuidado!  Eles não falam. Nós temos que ler os sinais. Os meus gostam da clínica e continuam sendo atendidos lá. Só mudamos um pouco o esquema de banhos e elas estão adorando! No verão eu mesma dava banho nelas, na casa de praia. 

 
 
 Mariana secando a Serafina e Fiona, já "limpinha".
 Fotos de hoje. 

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Faz bem prá alma!

Roberta da Luz  me marcou nesta foto  - OBRIGADA! Acessando a página original, a Green Renaissance, que eu adoro, encontrei as outras, nos comentários. Me encanta divulgar imagens e ações que nos façam acreditar nos seres humanos. São lindos exemplos. Deliciem-se!
(Tradução: Este senhor tem esta cadela que não pode mais andar. Então ele a leva para passear 
todas as manhãs numa cadeira de rodas. Não encontrei palavras para isso.) Verdadeiro AMOR






quarta-feira, 21 de maio de 2014

TOUROS podem ser o melhor amigo do homem! LINDO é pouco!

Agradeço à Melissa Da Costa Santos pela marcação no Facebook. Amei!



Cique para ver mais! EMOCIONANTE!

Reveja seus conceitos! 
   

Abaixo um vídeo (não editado) da Melody e uma vaquinha num pasto, tentando brincar com ela...pobres seres. Muitas vezes me envergonho da minha raça humana.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

TESTAMENTO PARA ANIMAIS (por Fatima ChuEcco)

Excelente post, que tomei a liberdade de copiar abaixo, na íntegra, pelo bem deles. Quanto mais pessoas lerem e divulgarem (citando a fonte), melhor! 

"QUEM TEM BICHO PRECISA FAZER TESTAMENTO



 A partir de R$ 25 por mês é possível garantir alguma proteção para os bichinhos caso os donos morram antes que eles 


Mesmo que sejam jovens e saudáveis, as pessoas que possuem bichos precisam deixar por escrito e lavrado em cartório o que desejam que seja feito após sua morte. Parece mórbido, mas ninguém sabe o dia seguinte e há inúmeros casos de animais que foram abandonados e até mortos depois que seus donos partiram.E não é só a morte dos donos que pode afetar a vida dos bichos. Quantos não podem vir a precisar de filhos ou da família na velhice ou até mesmo antes disso, por motivo de alguma doença ou fatalidade? Quantos não precisarão de ajuda de parentes ou amigos próximos para cuidar dos bichos que foram seus fiéis companheiros? Vemos toda hora pessoas morrendo e seus bichos sendo enxotados para fora da casa ou coisa pior. Portanto, é fundamental pensar no futuro deles. 

É sempre chato escrever um testamento, mas é muito importante deixar tudo acertado antes de partir porque ninguém sabe o que vai acontecer no instante seguinte.  As pessoas parecem não se lembrar que não é só doença que mata, mas também acidentes, desabamentos, assaltos violentos, bala perdida... até intoxicação alimentar mata. E não importa a idade, todos estão sujeitos a tudo. Por isso, um seguro de vida pode resolver ou pelo menos amenizar a situação de bichos que perdem seus donos. Não existe seguro que pague algum prêmio diretamente para o cão ou gato. É necessário fazer seguro de vida e destinar o prêmio a uma pessoa de confiança ou uma ONG de proteção animal que se comprometa a investir o dinheiro na manutenção do bichinho.


Valores de resgate 



Vejo com frequência casos de extremo desespero sobre pessoas que morreram e deixaram vários animais sem qualquer suporte... muito menos dinheiro ou bens nas mãos de alguém que pudesse continuar cuidando deles. E nem é preciso ter muitos bichos. Basta ter um para essa situação se tornar uma tragédia. Por isso pedi a uma amigo que vende seguros uma estimativa de investimento e prêmio. Para termos uma noção, eis alguns valores de mensalidade e resgate, lembrando que o seguro passa a vigorar 15 dias depois de contratado e a pessoa destinada a receber o prêmio pode receber em até duas semanas também:


Mulheres
Na faixa dos 60 anos, com uma mensalidade de R$ 25 recebe cerca de R$ 13 mil, R$ 50 = R$ 27 mil e R$ 100 = 54 mil.
Na faixa dos 50 anos, pagando R$ 25/mês recebe cerca de R$ 33 mil, R$ 50 = R$ 66 mil e R$ 100 = R$ 133 mil.
Na faixa dos 40 anos, com R$ 25/mês recebe R$ 78 mil, R$ 50 = R$ 156 mil e R$ 100 = R$ 312 mil.
Na faixa dos 30 anos, com R$ 25/mês recebe R$ 119 mil, R$ 50 = R$ 238 mil e R$ 100 = R$476 mil. 

Homens
Na faixa dos 60 anos, mensalidade de R$ 25 = R$ 12 mil, R$ 50 = R$24 mil e R$ 100 = R$ 49 mil.
Na faixa dos 50 anos, R$ 25 = R$30 mil, R$ 50 = R$ 60 mil e R$ 100 = R$ 120 mil.
Na faixa dos 40 anos, R$ 25 = R$ 69 mil, R$ 50 = R$ 138 mil e R$ 100 = R$ 277 mil.
Na faixa dos 30 anos, R$ 25 = R$ 108 mil, R$ 50 = 217 mil e R$ 100 = R$ 434 mil. 

Para consultas mais detalhadas procurem meu amigo Eduardo Mattos pelo email eduardo@altasaude.com.br ou (11) 4114-7070 - ele trabalha com várias seguradoras 





Testamento

Não adiante se justificar dizendo: “cuidarei enquanto puder”. De que vale tanto sacrifício em vida pra deixar os bichos à própria sorte no caso de vir a morrer antes que eles? Não é justo. Quem tem bichos deve se preocupar em designar um tutor, uma ONG e, se puder, deixar dinheiro, carro ou imóveis em nome de alguém de confiança que poderá cuidar deles. Um testamento é bem útil especialmente se a pessoa possui ao menos uma casa onde os animais possam ficar até morrerem ou serem adotados. Mas se a pessoa não tem bens precisa, pelo menos, deixar alguém responsável pelos bichos. Precisa descrever no testamento peculiaridades como remédios administrados, idade dos bichos, doenças crônicas  ou comportamentos que precisam ser levados em conta.  

É aconselhável registrar o testamento em cartório e renová-lo conforme as situações forem se alterando com perda de alguns animais e chegada de outros ou perda e/ou acréscimo de bens. 

ANIMAIS QUE HERDARAM FORTUNAS

Nem sempre a pessoa conta com apoio da família e é por isso que muitos milionários já deixaram suas heranças para os bichos. Claro que os animais não podem administrar o dinheiro, então é muito comum que ex-empregados, enfermeiros ou amigos próximos fiquem como tutores dos bichos. Alguns casos notórios:
Em 2003, na Inglaterra, Margareth Layne, de 89 anos, deixou 160 mil dólares para seu gato Tinker, além de uma casa de 560 mil dólares. A fortuna foi passada para um casal de vizinhos que também gostava de gatos e tinha dois felinos. Todos passaram a viver na mesma casa.
Em 2007, nos Estados Unidos, Leona Helmsley deixou 10 milhões de dólares para seu maltês branco chamado Trouble. A milionária deixou mais 10 milhões de dólares para sua irmã na condição de que cuidasse do cachorro.
Leona e Trouble
Em 2010 foi a vez de Conchita e outros dois cães herdarem 25 milhões de dólares de sua ex-dona Gail Posner, falecida aos 67 anos, em Miami Beach. Os ex-empregados ficaram como tutores dos animais e administradores da fortuna.
Em 2011, na Itália, Tommaso se tornou o gatinho preto mais sortudo de toda a história. Herdou 10 milhões de euros de sua dona morta aos 94 anos. Foi a enfermeira que ficou com o dinheiro porque, além de gostar de gatos, ajudava uma entidade de felinos. 





ELES MERECEM!!!




É importante, em qualquer fase da vida, mas principalmente com o avanço da idade, deixar todas as instruções para uma emergência. Nossos animais precisam disso, precisam do nosso comprometimento até depois da morte. Eles merecem proteção mesmo quando seus donos se forem."


domingo, 18 de maio de 2014

Lembranças da minha infância


Sempre tivemos cachorros na família. Claro que minha mãe é quem cuidava e eles viviam soltos. Meus irmãos e eu brincavamos e davamos carinho. Estas composições que compartilho abaixo, escrevi aos 8 anos, na segunda série (ou segundo ano primário, como chamávamos) e espero que leiam como tal. Não encontrei as fotos do Banzé, o cão que menciono. Alguns domingos são de faxina e hoje é um desses. Contextualizando: As composições são da década de 60 e as fotos de 70, já adolescente.

Desde criança, para mim, eles eram os amigos dos homens...
         




sexta-feira, 16 de maio de 2014

O Gato e a Espiritualidade


Já conhecia este texto mas agora recebi, por email, do Halem Guerra e agradeço. Lindo demais! Aproveitem a leitura e uma excelente sexta feira!

O Gato e a Espiritualidade

Quem não se relaciona bem com o próprio inconsciente não topa o gato. Ele aparece, então, como ameaça, porque representa essa relação precária do homem com o (próprio) mistério. O gato não se relaciona com a aparência do homem. Ele vê além, por dentro e pelo avesso. Relaciona-se com a essência. Se o gesto de carinho é medroso ousubstitui inaceitáveis (mas existentes) impulsos secretos de agressão, o gato sabe. E se defende do afago.

A relação dele é com o que está oculto, guardado e nem nós queremos, sabemos ou podemos ver. Por isso, quando surge nele um ato de entrega, de subida no colo ou manifestação de afeto, é algo muito verdadeiro, que não pode ser desdenhado. É um gesto de confiança que honra quem o recebe, pois significa um julgamento.

O homem não sabe ver o gato, mas o gato sabe ver o homem. Se há desarmonia real ou latente, o gato sente. Se há solidão, ele sabe e atenua como pode, ele que enfrenta a própria solidão de maneira muito mais valente que nós. Nada diz, não reclama. Afasta-se. Quem não o sabe “ler” pensa que “ele” não está ali. Presente ou ausente, ele ensina e manifesta algo. Perto ou longe, olhando ou fingindo não ver, ele está comunicando códigos que nem sempre (ou quase nunca) sabemos traduzir.

O gato vê mais e vê dentro e além de nós. Relaciona-se com fluídos, auras, fantasmas amigos e opressores. O gato é médium, bruxo, alquimista e parapsicólogo. É uma chance de meditação permanente a nosso lado, a ensinar paciência, atenção, silêncio e mistério. O gato é um monge silencioso, meditativo e sábio monge, a nos devolver as perguntas medrosas esperando que encontremos o caminho na sua busca, em vez de o querer preparado, já conhecido e trilhado.


O gato sempre responde com uma nova questão, remetendo-nos à pesquisa permanente do real, à busca incessante, à certeza de que cada segundo contém a possibilidade de criatividade e de novas inter-relações, infinitas, entre as coisas. O gato é uma lição diária de afeto verdadeiro e fiel. Suas manifestações são íntimas e profundas. Exigem recolhimento, entrega, atenção.

Desatentos não agradam os gatos. Bulhosos os irritam. Tudo o que precise de promoção ou explicação quer afirmação. Vive do verdadeiro e não se ilude com aparências.

Ninguém em toda natureza aprendeu a bastar-se (até na higiene) a si mesmo como o gato! Lição de sono e de musculação, o gato nos ensina todas as posições de respiração ioga.

Ensina a dormir com entrega total e diluição recuperante no Cosmos. Ensina a espreguiçar-se com a massagem mais completa em todos os músculos, preparando-os para a ação imediata. Se os preparadores físicos aprendessem o aquecimento do gato, os jogadores reservas não levariam tanto tempo (quase 15 minutos) se aquecendo para entrar em campo.

O gato sai do sono para o máximo de ação, tensão e elasticidade num segundo. Conhece o desempenho preciso e milimétrico de cada parte do seu corpo, a qual ama e preserva como a um templo.

Lição de saúde sexual e sensualidade. Lição de envolvimento amoroso com dedicação integral de vários dias. Lição de organização familiar e de definição de espaço próprio e território pessoal.

Lição de anatomia, equilíbrio, desempenho muscular. Lição de salto. Lição de silêncio. Lição de descanso. Lição de introversão. Lição de contato com o mistério, com o escuro, com a sombra.

Lição de religiosidade sem ícones. Lição de alimentação e requinte. Lição de bom gosto e senso de oportunidade. Lição de vida, enfim, a mais completa, diária, silenciosa, educada, sem cobranças, sem veemências, sem exigências. O gato é uma chance de interiorização e sabedoria, posta pelo mistério à disposição do homem.”

O gato é um animal que tem muito quartzo na glândula pineal, é portanto um transmutador de energia e um animal útil para cura, pois capta a energia ruim do ambiente e transforma em energia boa. 

Normalmente onde o gato deita com frequência, significa que não tem boa energia. Caso o animal comece a deitar em alguma parte de nosso corpo de forma insistente, é sinal de que aquele órgão ou membro está doente ou prestes a adoecer, pois o bicho já percebeu a energia ruim no referido órgão e então ele escolhe deitar nesta parte do corpo para limpar a energia ruim que tem ali. Observe que do mesmo jeito que o gato deita em determinado lugar, ele sai de repente, pois ele sente que já limpou a energia do local e não precisa mais dele.

O amor do gato pelo dono é de desapego, pois enquanto precisa ele está por perto, quando não, ele se a afasta. No Egito dos faraós, o gato era adorado na figura da deusa Bastet, representada comumente com corpo de mulher e cabeça de gata. Esta bela deusa era o símbolo da luz, do calor e da energia. Era também o símbolo da lua, e acreditava-se que tinha o poder de fertilizar a terra e os homens, curar doenças e conduzir as almas dos mortos. Nesta época, os gatos eram considerados guardiões do outro mundo, e eram comuns em muitos amuletos.

“O gato imortal existe, em algum mundo intermediário entre a vida e a morte, observando e esperando, passivo até o momento em que o espírito humano se torna livre. Então, e somente então, ele irá liderar a alma até seu repouso final.”

By: The Mythology Of Cats, Gerald & Loretta Hausman

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Santa ingenuidade!

Hoje eu iria publicar um post de um suposto resgate. A moça me mandou um email com uma linda história e as fotos de uma filhotinha que, segundo ela, resgatou em janeiro. Arrumei o texto, as fotos, uma por uma,  e publiquei. Quando fui procurá-la no Facebook para marca-la, achei seu  perfil com fotos da cadelinha dela grávida, depois com 8 filhotes que nasceram e mais filhotes de uma outra,  com a frase : "as meninas lá de casa são férteis" - fiquei chocada e indignada!
 Por causa dessas pessoas, que agem de má fé, não irei mais publicar nenhum relato de quem eu não conheça ou visite. Não castrar e deixar cadelas  terem cria todos os anos é irresponsabilidade demais!  Por isso que muita gente diz  que prefere bichos do que gente. Nestas horas, em que me sinto uma completa idiota, também digo isso. Depois passa. 
Mas vamos que vamos, continuando na luta (inglória?)  de tentar conscientizar  e fazer as pessoas entenderem o quanto os animais sofrem. Bem, deixemos isso prá lá. Aqui em casa estão rindo de mim. Só rindo mesmo para aguentar! Tem gente prá tudo mesmo...
Bem, cada um tem sua consciência, não é mesmo? Espero, sinceramente, que ela caia em si e esterilize suas "meninas férteis" !

LEMBRO QUE A REGRA NÚMERO 1 da proteção animal é a CASTRAÇÃO!  Leia mais  aqui:  AQUI

quarta-feira, 14 de maio de 2014

LEX adotado em 2008, feliz! Tão bom isso!






Delícia de ver isso. 
O de barbicha branca, o LEX (era REX)  resgatei em 2007. Em 2008 o LUIZ PASIN o adotou .
A Sue, a tigradinha, ele mesmo resgatou da rua  e adotou. 







O LEX é tão amado que agora a família tem uma versão mais novinha dele, o Tyson. A foto foi postada no Instagram como "Minha Família". Não é de ficar feliz? Gratidão💚

Lex e Luiz, em foto de 2009, quando ainda eram "só os dois". Inseparáveis!
O LEX ainda é o companheirão de todas as horas, mas a Sue também teve sorte. Assim a gente segue, incentivando -sempre- as adoções. Família linda!