domingo, 31 de março de 2013

Feliz Páscoa 2013!

Nada mais justo hoje do que divulgar o conteúdo do email enviado pela "Salve os coelhinhos", para uma pet shop que insiste em "coisificar" os animais, seus pobres clientes, demonstrando  total  falta de  conhecimento sobre a vida dos coelhos e sobre o abndono e  maus tratos aos animais. Reforço = SEUS CLIENTES! As posturas mudam, as pessoas  mudam, quando se interessam pelo conhecimento, naturalmente. Mas uma pessoa que abre uma pet shop tem que saber o mínimo.... Todo mundo pode mudar. 
Espero que aconteça, realmente,  a ressurreição do conhecimento, da bondade e iluminação da alma! Tenham um lindo dia!





Divulgando para conscientizar: 

Recebi esse email e respondi o seguinteAo reino pets (mkt@reinopet.com)
É uma falta de responsabilidade promover essa “campanha”, de oferecer um coelho nesta Páscoa por compras efetuadas em sua loja.É uma falta de responsabilidade e indiferença com os animais, sabendo-se que, 90% dos coelhos, são abandonados depois dessa data.
Respeitem a vida de quem não pode se defender dessa prática absurda!!!!!!
Muitas pessoas querem inovar na Páscoa e ao invés de dar ovos de chocolate, dão coelhos.Quando filhotes, assim como todos os animais, são 'fofos' e até parecem de brinquedo, mas não são.
Eles crescem e precisam de cuidados e também espaço, apesar de serem animais pequenos.Coelhos vivem em média 10 anos e precisam se exercitar,precisam de cuidados veterinários especializado,devem viver dentro de casa (nunca em quintais a mercê das mudanças bruscas de temperatura), e além disso, necessitam de uma alimentação balanceada.
Assim que esses animais crescem, passando da fase de filhote para adulto, com 4 meses de idade,entram na puberdade então seu comportamento muda,tornam-se agitado,mordendo as pessoas,arranhando incomodando as pessoas.
O espaço reduzido pode levar a morte do animal em pouco tempo, além de ser uma crueldade.
As pessoas achando que esta fazendo certo,soltam no mato,nas ruas pensando que o coelhinho irá se virar,e estão errados,será pego por predadores,podem ser atropelados,morreram de fome,ficaram estressados. Muitos resgates são nessas época,coelhos assim não conseguimos mais doar pra pessoas que tem crianças,outros nem humanos conseguem conviver mais depois que passam por tanto sofrimento e todos são encontrados em péssimo estado!!
Os coelhos são vendidos como R$10,00 a R$50,00,são baratos mas o custo pra mante-los é bem caro,a pessoa que compra ou adota um coelhinho precisa saber que se ficarem doentes terão que levar num veterinário especializado em silvestres e a consulta varia entre R$80,00 a 200,00, precisa ter tempo pra cuidar dele caso fique doente,tenha a consciência que é um ser vivo,não pode simplesmente pegar e depois abandonar.
Se o humano é podre em abandonar filhos,imagine o que fará com os coelhinhos.
Tenham certeza de uma coisa,irei descobrir aonde é a loja e irei com repórteres, câmeras e farei um protesto enorme,meu objetivo não é prejudica-los e sim fazer com que tenham consciência que coelho é um ser vivo,filho de Deus que merece respeito!!! Tenho certeza que iram receber muitos emails, pois a ideia de vocês é totalmente irresponsável!!!   att.Equipe Salve os coelhinhos







sábado, 30 de março de 2013

Da Série CÃES DE RAÇA - Golden Retriever DORINHA

 A história de DORINHA
É muito triste que a gente não consiga fazer as pessoas acreditarem nos maus tratos a que os domesticados cães (e outras espécies de animais) são submetidos diariamente em todo o mundo. O comércio de vidas é cruel;  qualquer um. A venda banaliza o ser, que vira um número, uma "coisa" que existe para dar lucro apenas e danem-se suas necessidades. A história da Dorinha é comovente. Foi encontrada e resgatada em PIEDADE/SP. 
A adotante registrou todos os momentos dela, desde o resgate. É importante divulgar pois quem VÊ acaba se conscientizando que existe mesmo algo podre neste comércio, ilegal ou não e não irá querer fazer parte disso! Se quiserem acompanhar a DORINHA em sua trajetória para a felicidade, acessem  sua página. Eu recomendo a divulgação. Dói mesmo é saber que existem mais de mil Dorinhas por aí. Esta teve sua sorte mudada. Ainda bem mas ... e os outros?
Um trechinho do meu papo com a adotante, via mensagens:

  • Dorinha
    Eu confesso que sei bem pouco sobre toda a história. A protetora que resgatou as goldens quase não explicou nada. Primeiro pq tem 150 cachorros e tempo para nada...*
    É inacreditável o que o "criador" fez com a Dorinha. O golden ama a companhia de pessoas e a Dorinha tem pânico de pessoas. Ele tirou dela a chance de ser de fato uma golden. Muito triste...Mas assim que eu souber de mais informações divulgarei aqui na página dela. Bjos, Lu
Página da Dorinha
https://www.facebook.com/goldendorinha?ref=ts&fref=ts


"A Dorinha foi resgatada junto com outras 9 goldens de um "criador". Estima-se que tenha entre 7 e 8 anos. Vivia largada num sítio, junto com as outras goldens, e sua única função era procriar para sustentar o "criador".

Quando resgatada pesava 19kg, quando deveria pesar 32, 33kg. Estava infestada de carrapatos e tinha um berne. Ela não tem dentes, só toquinhos. A veterinária acha que ela vivia presa e mordia grades de ferro. Por isso os dentes quebraram. Está com anemia e tem a doença do carrapato (erliquiose).

Mais triste do que terem privado a Dorinha de comida, água, cuidados médicos, foi terem tirado sua alma de cachorro. Ela tem pânico de pessoas, não sabe interagir, não sabe brincar, não sabe receber nem dar carinho.

Ela é o exemplo vivo de como vivem milhares de matrizes que sustentam criadores de fundo de quintal. Comprar um filhote num pet shop, numa feirinha, no Mercado Livre é alimentar um comércio cruel. Não é crime comprar um cachorro, desde que seja comprado de um criador sério e responsável. Nenhum criador sério e responsável coloca um cachorro pra vender num pet shop - mesmo o do Iguatemi - numa feirinha ou no Mercado Livre. Enquanto houver pessoas comprando filhotes em pet shops, feirinhas, Mercado Livre e afins, existirão Dorinhas." 






sexta-feira, 29 de março de 2013

Sexta Feira Santa e a Farra (?) do Boi em Santa Catarina

Esta semana fiquei indignada e ofendida ao ver, numa comunidade do Facebook, os xingamentos ao povo da bela e Santa Catarina. Sou daqui, sempre fui. Adoro minha cidade Florianópolis mas realmente é o fim. Li que deveriam nos tratar como "tratamos os bois"...EU NÃO ADMITO isso pois é injusto que todos sejamos julgados pela ignorância de alguns. MUITA gente não suporta e abomina essas práticas. Nem consigo entender porque permanecem. O cartaz ao lado, e os abaixo, foram feitos por entidades de Santa Catarina e espero que o Brasil nos ajude a acabar com essa barbaridade, divulgando e nos ajudando, já que estamos impotentes, há anos, convivendo com a maldita farra(?)  sendo financiada por alguns  políticos (muitos deles não se reelegeram! Ainda bem). Eu tenho é muita vergonha desses conterrâneos...

Farra (?) para uma minoria representa açoitar um animal até sua morte. Algumas pessoas se divertem com o sofrimento alheio, sem culpas, sem questionar tradições, sem evoluir. Psicopatas, naturalmente, entenda: 

O que leva um indivíduo a cometer um crime, sem sentir medo ou compaixão?
De acordo com Robert Hare, autoridade mundial em psicologia criminal e professor da Universidade da Colúmbia Britânica (Canadá), a única característica inconfundível de um psicopata é, exatamente, “a falta de emoções, da capacidade de se colocar no lugar de outra pessoa para, pelo menos, imaginar seu sofrimento”. Hare também acrescenta que um psicopata procura entrar na mente das pessoas até tentar imaginar o que elas pensam, mas nunca conseguirá chegar a entender como elas se sentem. Demonstrou-se, inclusive, que um psicopata pode chegar a se relacionar social ou intelectualmente, mas sempre vendo as pessoas como objetos, isto é, retiram do outro seus atributos de pessoa para considerá-lo como coisa.
Fonte http://id.discoverybrasil.uol.com.br/a-psicopatia-transtorno-antissocial-da-personalidade/

Vale ressaltar que a MAIORIA dos habitantes do Estado nao quer mais estas barbaridades, como Farra do Boi e Puxadas de Cavalos (que acontece em Pomerode, com sua proibição prevista nas leis de maus tratos a animais, além de Leis específicas. É crime! Mas,  como todas as Leis do Brasil, falta fiscalização mais intensa, eficaz e efetiva, além de coragem para lutar contra uma minoria que insiste em manter o inaceitável. Fossemos manter as tradições, os homens deveriam ser jogados numa arena para serem devorados por leões, não? Mas daí ninguém quer, né?  O sofrimento do outro não me atinge (???); Aí é que está =  atinge sim. Sei que está longe de as pessoas pararem de comer carne (eu mesma demorei muito no meu processo)  mas se divertir  com o sofrimento? Daí  já é demais! 

Divulguem os cartazes, por favor. Escolham o que mais lhes comove, coloquem na sua capa do FB e  vamos encher o Brasil com estes cartazes...Obrigada!






quinta-feira, 28 de março de 2013

Morreram...que triste!

Keila Pimentel achou esta pérola na rede e me marcou. Adorei. Pedi permissão para divulgar. Queria eu ter escrito. Todos os protetores se acharam. Dá um cansaço explicar para as pessoas que  não "trabalhamos" com isso, que fazemos o que todos poderiam fazer. Eis  o texto. Podemos chorar...






Amigos, ajudem a compartilhar essa notícia!

O "ALGUÉM", que era protetor de animais e atendia TODOS os pedidos de resgate, MORREU.

Não tem "ALGUÉM" para resgatar todos os animais que estão ao alcance das mãos das pessoas que os fotografam em situação de risco e pedem que o "ALGUÉM" resgate.

Aliás, o "ALGUÉM" nunca existiu de verdade. O "ALGUÉM" foi criado na mente cor-de-rosa dos "protetores-fotógrafos", que acham que só em fotografar e pedir que "ALGUÉM" resgate já estão fazendo "a parte deles".

Vamos fazer a mensagem da morte do "ALGUÉM" circular bastante para ver se os protetores fotógrafos façam algo mais do que fotografar os animais em situação de risco!

ANGELA tem um trabalho de dedicação a gatinhos, como ela descreve: "
uma colônia de gatos"... Querem conhecer os gatinhos? É só acessar o BLOG dela: www.gatosencantados.blogspot.com




Cão terapia de Páscoa no CCZ, sábado!

Não vai perder a oportunidade de fazer uma boa ação e ainda ser feliz, vai?



Todos os animais merecem viver !


quarta-feira, 27 de março de 2013

Outra ótica - para pensar.

Não se trata de uma situação triste.

Se trata de uma oportunidade de ser feliz.

Às vezes, aquilo que aparece para nós

é justamente algo do qual precisamos.

Ninguém entra em nossas vidas por acaso...









terça-feira, 26 de março de 2013

Lindo relato de Angela Poliana sobre Matilda

"Esta é a Matilda. O serzinho responsável por me apresentar às necessidades dos animais abandonados. Amor por eles eu sempre tive, apenas precisava aprender algumas coisas. Antes dela, eu nunca tinha parado pra pensar que existiam animais que precisavam de ajuda. Para mim, vê-los nas ruas era "normal", pois eu não os via sofrendo, "apenas" os via abandonados. Bom, comecei oferecendo lar temporário e essa era a fofa que precisava de abrigo. Eu não tinha visto fotos nem nada, apenas queria ajudar e ela veio para minha casa com outra cachorrinha. Eu estava totalmente certa que ela ficaria na minha casa somente até que fosse adotada, e isso não demorou. Foi menos de 1 mês até que uma família se encantasse por ela. Foi aí que meu desespero e minha dor começaram. Eu simplesmente não queria e não podia perdê-la. Ao mesmo tempo em que eu não achava certo dizer à família interessada que não queria mais entregá-la, não queria que ela saísse da minha casa. Enfim, ela foi! E com ela um pedaço de mim. Passei uma semana inteirinha chorando, sem comer e imaginando se ela estaria sendo bem cuidada como era na minha casa. Ela tinha uma casa só dela (eu morava em apartamento), um quintalzão enooorme e um irmão humano maravilhoso e super educado. Além de uma mamãe cheia de amor e um pai perfeito. Era a família dos sonhos que buscamos para esses anjos. Mas a Matilda era MINHA alma gêmea e ficamos as duas doentes. Matilda não comia, não brincava e não abanava o rabo. Perdeu pelo, sua pele encheu de pipoquinhas e ela ficava num cantinho sem se mexer. Sobre o meu estado nem preciso comentar, pois eu não fazia mais nada a não ser pensar na minha pequena. Quando a adotante me ligou preocupada pois a Matilda tinha literalmente entrado em depressão, eu não pensei duas vezes e fui buscar minha pequena. Chegando ao local, pude ver que ela foi MUITO amada por aquela família, mas que ela era minha e eu era dela. Chegando em casa, na NOSSA casa, ela comeu, brincou e dormiu tranquila e eu me senti completa novamente. São quase 3 anos de companheirismo, ciúme, carinho, broncas, móveis e objetos destruídos, quintal com buraco, xixi onde não deve, brigas com os irmãos e principalmente MUITO AMOR. Nem Matilda nem eu entendemos como as pessoas podem se desfazer de seus animais como se eles fossem objetos, como podem não criar vínculos com esses animais, como podem não criar amor... A Matilda é uma coisa mesmo. Mas é a MINHA coisinha e é a coisa que levarei comigo até o dia em que ela terá que partir e eu espero do fundo do meu coração, que seja bem velhinha e caduca, pois quero minha filha do meu lado sempre!Agora fala sério... Minha família não é super feliz?! Todos os meus filhos têm sorrisos liiiiindos assim! E são famílias que façam esses animais sorrirem que buscamos. E que os amem e os respeitem. É isso que a Matilda e eu desejamos =) " 

Eu tive que divulgar também esta história, com a permissão da Poli. Parabéns querida por se render aos encantos da Matilda e por ser a pessoa sensível e proativa que você é ! A proteção animal tem muito a te agradecer pelos ensinamentos da página ADOTE UM PATUDO FLORIPA, no Facebook. 
Beijux à família e claro, um carinho na barriga da Matilda.

segunda-feira, 25 de março de 2013

Recados para a Páscoa

Nesta época surgem MUITOS cartazes na internet sobre a Páscoa e eu fico atenta para aquilo que pode ajudar os pobres dos coelhos que, além de serem vendidos a rodo, como brinquedo, ainda tem quem os coma, tadinhos (como podem?). Que tal compartilhar para conscientizar mais pessoas para a senciência dos animais? Não entendo como quem tem um discurso de Deus prontinho, achar que animais podem ser tratados e vendidos como "coisas"... Bem, agradeço a divulgação. Se você tiver material bacana de conscientização, envie para ficacaomigo@gmail.com ? Aguardo.

Aproveito para  divulgar - também -  o que todo mundo deveria saber:
Algumas tristes verdades

domingo, 24 de março de 2013

Domingo com imagens de...

alguns dos meus amores e eu (overdose de mim) neste dia nostálgico e chuvoso