quinta-feira, 24 de janeiro de 2013

Três coisas...

Amanhã conto tudo  sobre a visita ao Bandit, como prometi ontem. Mas a linda Aline, além de me ensinar tudo sobre BLOG, ainda me manda essas coisas mais amadas. Não resisti. Compartilho pois vale a pena. Dei umas boas risadas...
Só vendo coisas "light`s"  para a gente não desanimar e surtar de vez. 
Se avolumam  as denúncias do completo abandono que se encontra a Diretoria do Bem Estar Animal de Florianópolis, entre outras falcatruas políticas que já foram divulgadas na mídia. Hoje, por exemplo,  não havia nenhum veterinário para atendimento de emergências. Me ligaram pois não sabiam o que fazer com uma cadelinha idosa e ultra doente. Quem não tem recursos, faz o que?  
Falta de respeito com o povo!
Exmo Senhor Prefeito eleito César Souza Júnior, por favor, votamos por mudanças e esperamos uma postura adequada, nomeando uma NOVA EQUIPE e fazendo com que funcione mesmo o Bem Estar Animal. Protetores estão cansados de viver de promessas e propagandas.



2 comentários:

  1. Já faz muito tempo que este órgão está falido....vivendo apenas de aparências. De "modelo" nunca teve nada...só de incompetência e descaso..ai sim...grande modelo!!! Pena que demorou tanto tempo prá entenderem a realidade da coisa...prá perceberem que um grupo se deu muito bem às custas do sofrimento dos animais!Mas eu continuo acreditando...na lei do retorno!!!! E quem faz mal prá bicho...pode ter certeza....recebe em dobro!

    ResponderExcluir
  2. Que bom que todos estão se unido para que mudanças positivas aconteçam dentro da DIBEA. Chega de mentiras. Chega de propaganda enganosa. Chega de politicagem!

    ResponderExcluir

Bem vindo (a) ao sistema de comentários do Blog Ficacãomigo.
Todo e qualquer texto publicado é de exclusiva e integral responsabilidade de quem o fez, uma vez que publicamos textos de terceiros, cuja fonte sempre é citada. Os de autoria da proprietária do BLOG não contém fonte. Em caso de abuso ou crime, reservamo-nos o direito de usar os dados disponíveis no servidor para rastrear. a autoria e acionar os meios legais competentes.