sábado, 8 de setembro de 2012

Cão comunitário = uma ideia solidária

Este exemplo pode e deve ser seguido por pessoas, cujo espaço, rua ou condomínio não ofereça risco de morte por atropelamentos, ou de outra natureza, como envenenamento. Há muitos locais de trabalho aqui em Floripa que pessoas se responsabilizam por um  cão. A primeira providência é levar num médico veterinário, vermifugar e vacinar o animal. Em seguida, CASTRAR (tem gente que castra antes de tudo) pois, se ele/a já está na rua, sem família, como permitir que tenham crias? Para aumentar este número alarmante de abandonos? Não, temos que prevenir, sempre.....eles não sabem usar métodos anticoncepcionais. Divulgo a foto abaixo pois achei genial e serve de incentivo a outros. Mas recomendo que uma pessoa fique responsável pelas vacinas e vermífugos, para melhor controle da saúde do animal. Parabéns a todos! 
Foto internet