sexta-feira, 15 de junho de 2012

Homenagem à XUXA

 "Minha"  Xuxa, resgatada em março de 2008, virou estrelinha há 2 meses. 
Só hoje consegui escrever sobre ela. 

Foi assim que eu a vi, mal conseguindo andar...O barrigão dela, que acreditei ser gravidez, era vermes. Não pensei duas vezes e a coloquei no carro. Ela tinha donos. Acreditem! Péssimos donos! O nome veio com ela. Foi só o que ela trouxe de bagagem. Como já era velhinha, não quis mudar. Bem ou mal, viveu anos com ele e, resignada, ainda acompanhava a dona que, ao ser questionada, sobre o estado da pobre, disse simplesmente que quem jogou água fervendo nela foi o genro, que "tem essa mania"... 


Muitas pessoas jogam água fervendo "para separar" quando encontram cães cruzando.  Este é mais um motivo a favor da CASTRAÇÃO, inclusive de machos!

Levei Xuxa direto para a clínica onde tomou um banho com medicamentos e tosou os pelos emaranhados. Passo 1.
 No final do dia, eu a trouxe para meu apto. Na época eu só tinha 2 cães aqui, Fiona e Nemo que, de cara, não a aceitou. Mesmo assim ela ficou aqui um mês, até o dia em que eu cheguei do trabalho e havia sangue no corredor, paredes etc. O Nemo a mordeu nas orelhas e a quantidade de sangue que uma orelha mordida pode gerar é impressionante! 

Nesta noite a levei, chorando, para a ho$pedagem, e chorava todos os dias ao visitá-la. Não tinha como não se apaixonar por ela, por sua gratidão e meiguice.  Acho incrível como eles se apegam, instantaneamente, a quem muda o destino deles. Um tipo de gratidão que acho que só os cães possuem. Um olhar que inunda de leveza a alma! Xuxa teve sorte nos seus ultimos anos de vida,  pois encontrou uma família extremamente carinhosa e uma mamãe companheira, a quem acompanhava diariamente em caminhadas, sem nem precisar de guia. Andava sempre olhando para ela, feliz! Dona Zenair tem muito amor para dar e tem (ainda) uma poodle e um york, ambos castrados (depois da chagada da Xuxa e os dados de realidade). Xuxa foi uma das cadelinhas que eu mais visitei, embora a família cuidasse MUITO BEM dela. Quando doo cães idosos, eu gosto de manter contato e, além disso, Dona Zenair sempre me liga avisando de algum animal abandonado ou para castrar, daí um vínculo se estabeleceu. Ela mesma  convenceu a vizinhança a castrar todos seus pets! Hoje a família inteira me ajuda, informando e zelando pelo bem estar dos cães e gatos da região. Viraram protetores também, mesmo que com minha ajuda. Uma família pode influenciar uma comunidade, mudando paradigmas.
Xuxa deixa saudades mas também mudou a vida de outros a sua volta e foi feliz. Pena que teve que sofrer nas mãos de um sádico. Enfim, tantos casos...


Se recuperando,  no meu apto 

Na casa de praia, já recuperada e feliz da vida!  Nem parece a mesma, né? 














Na feirinha de adoção. 
De lá a levei para conhecer sua nova casa

A casinha dela e foi junto, pois ela AMAVA! A gente chegava lá e ela corria para a casinha. Daqui ninguém me tira! 


 Com sua tutora querida e atenciosa.
Dona Zenair,  muito obrigada por cuidar dela e de outros,  com tanto carinho!