domingo, 8 de janeiro de 2012

Eba! LUANA adotada

Comunico feliz, a adoção da Luana, cujo resgate eu conto neste post:  http://www.ficacaomigo.com/2011/08/luana-cadela-de-porte-medio-precisa-de.html



Assim que Jackie Daux Baltazar leu o post, ofereceu-se para ser sua madrinha. Em agosto eu estava com um número excessivo de animais ho$pedados. Assim, Luana foi a segunda cadelinha a ter uma pessoa que assumiu integralmente os custo$ dela, em anos de resgates. E a mesma, pois ela havia sido madrinha da Aurora, em 2010. Luana teve que fazer 2 cirurgias pois a primeira castração infeccionou. Passamos um susto com ela, pobrezinha. Seu nome foi em homenagem a Luana Paola, de São Paulo, que estava comigo, no dia do resgate, no Rio Vermelho (onde mais?) e me ajudou a pegá-la. Com os machos imensos que a acompanhavam, como fiéis escudeiros,  fiquei com medo de me aproximar. Em 2009 levei 2 grandes mordidas que me deixaram medrosa. Coisas da vida de quem não consegue ver um cãozinho desamparado. Normal. Exceto pelo pavor que tenho de ser mordida novamente, afinal fiquei 4 meses em tratamento....  Enfim,  Luana teve muita sorte de estar no local e hora certa para ser resgatada pois, além do cio, tinha sarna e,  posteriormente, uma otite aguda.

De qualquer maneira, em outubro já estava MUITO saudável e linda, linda, linda!!! Em dezembro seus adotantes a visitaram e ela fez sua parte, com a simpatia que é própria de sua personalidade,  e foi a eleita! Divido com voces algumas fotos dela  na ho$pedagem e no dia da adoção, efetivada em 26/12/2011 e confirmada ontem.

 Alguns agradecimentos:
Norma Saint Hilare, do Pet Shop do Rio Vermelho por ho$peda-la os primeiros 15 dias, mesmo lotada;  Sônia Maria por cuidar dela tão bem, na ho$pedagem; Dra. Kátia Chubacci, que realizou a segunda castração dela, que a salvou de uma grande infecção, e Jackie, pelo apoio de sempre!


Com Sônia Maria e parte da nova família, a esquerda, e toda segura de si, a direita.
Uma das coisas que mais chama a atenção num animal resgatado, é a  mudança do olhar. Muito gratificante acompanhar  isso!
                          Acima reconhecendo o novo ambiente  e abaixo com seu maninho PUG..

Seja FELIZ querida Luana e que nunca mais você tenha que carregar uma corda enforcadora em seu pescoço e possa correr livremente, um direito de todos!