domingo, 6 de novembro de 2011

Lara virou estrelinha.

Hoje estou  triste, como fico quando não entendo ou não me conformo com algumas coisas, como a morte da Lara. Foi esta madrugada, na ho$pedagem onde deixo meus resgatados, até conseguirem uma família.

Com o surto de cinomose que deu lá, diagnosticado em 2 cães de porte pequeno, há 10 dias,  estou indo ve-los dia sim, dia não. Piorou para mim pois dei vacinas neles no mesmo dia.... estou há uma semana apreensiva e por isso, também, não tenho escrito aqui. Quando estou com problemas, fico quietinha pois parece que assim, nada de mal me alcança. Mas voltando, todos os cães de lá estão com uma alimentação reforçada, boa ração, bolinhos de carne com quiabo batido (receita da vovó, contra cinomose) tomando vitaminas e antibióticos e sexta a noite ela estava bem elétrica, feliz como sempre, quando a vi pela ultima vez.
Segundo me informaram, até ontem a tarde ela ainda estava bem. NENHUM sintoma,  nem de cinomose, nem de erliquiose, duas das doenças que mais matam cães em Florianópolis. A noite ela ficou ofegante e não quis comer, daí a  Sonia, que cuida deles,  a colocou dentro de casa para dar comida e mante-la forte, como combinamos, e hoje eu iria pega-la para animá-la um pouco. Afinal de contas,  sábado a noite nao ia adiantar nada, pois não era caso de internação, a princípio,  e achei que podia esperar.
Na segunda de manhã já iria no Veterinário e ficaria boa. Nao deu tempo. Morreu de madrugada  e a enterramos num terreno ali perto, com dignidade. Foi uma coisa esquisita e acho que a morte dela não teve nada a ver com o surto em si, e sim foi uma fatal coincidência. Em menos de 12 horas ficou ruim e morreu.  Pensei em fazer necrópsia mas desisti pois sendo domingo a logística era absurda!  Uma pena mesmo, até porque ela era uma cadela muito feliz e nunca vou saber do que, de fato, morreu. Enfim, to bem chateada  mas prefiro acreditar que ela arrumou, enfim, um adotante a altura de sua personalidade esfuziante e esteja brincando com outros aumiguinhos em algum lugar maravilhoso. Quero e preciso acreditar nisso. Fique em paz,  Lara querida. Com voces os posts anteriores dela, que foi regatada em 18 de agosto, numa chuvarada, em pleno cio. Foi doada, devolvida, cuidada, querida, linda e carismática!

Aqui quando foi devolvida, mais comum do que se acredita, infelizmente.

Coloquei no Facebook o comunicado, entre amigos,  e recebi  lindos recados para me confortar, que realmente ajudaram e ajudam. Vou dividir este em especial pois a idéia de uma anjo que voltou ao seu lugar fez sentido para mim, que acredito que eles são ANJOS COM  ASAS NAS ORELHAS.

De  Jussara Schiefler Medeiros:
sinto muito, muito mesmo, Annita!  Ela tão linda e fofa!, ainda hoje  fiz um comentário na foto dela, sem saber ainda. Como tu mesma disseste, alguem muito superior a nós resolveu adotá-la. Também  acredito que ela cumpriu a sua missão aqui e muito ajudaste nesse sentido. Há quem acredite que  os animais são espiritos inferirores aos espiritos dos homens e estão em evoluçao. Eu acredito que eles são mais evoluidos, espiritualmente,  que os  homens! São puros e  por isso vivem menos que nós.
Virou estrelinha,  nao é assim que se fala? Um anjo que voltou ao seu lugar!




  Esta foto foi no dia que fui pega-la de volta na casa dos adotantes, olhem a alegria dela, surtou quando me viu, não parava quieta, de tão feliz!