segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Da série CÃES DE RAÇA abandonados

Acabaram de me avisar (agora, 22horas) que já está em segurança num Lar de Apoio (seja um também, aqui explica o que é http://www.ficacaomigo.com/p/seja-um-lar-de-apoio.html  )  UFA!!!  Agora só precisa de um adotante bacana! Aliás, é uma fêmea.
Depois me perguntam porque sou tão contra vendas. Por isso. Leiam? Obrigada.

Recebi este email de várias pessoas hoje. Repassei mas resolvi divulgar aqui para o caso de alguém conhecer este cãozinho e saber quem foi o insensível que fez isso, as vezes, sem o conhecimento de outros membros da família . Como em Floripa ninguém recolhe,  pois não existe abrigo e todas as casas de protetores e ho$$$pedagens estão lotados,  ou com alguma doença contagiosa, ele está ali ainda, onde o deixaram.....Vc pode hospedar esse cãozinho até ele conseguir uma família? Se puder,  ligue para mim 48. 99619169 ou para o fone do email, abaixo. Obrigada


...."Parece que os humanos estão em decadência mesmo....acabaram de abandonar
um cachorrinho (salsichinha) em frente o meu prédio, com coleira e tudo, dentro de uma caixa de transporte. O bichinho está assustado, coitado. Não sei se você pode me ajudar com os seus contatos, como te falei, moro em apto e não tenho nem como ficar com ele enquanto arrumo um dono decente para ele. Este é de médio porte. Estou enviando algumas fotos. Está em frente ao meu prédio, aqui no bairro Itacorubi, Florianópolis/SC.  Contato  9992-6917" .....


domingo, 30 de outubro de 2011

LINDO!

                   De novo este post pois este tem autoria. Muito bem bolado!

sábado, 29 de outubro de 2011

O Guerreiro merece um LAR

Seja você a pessoa que terá a sorte de adotar o GUERREIRO, veja o porquê do nome, no relato da pessoa que se importou e garantiu a vida dele. Faça isso também! Ajudar faz bem!

"O Guerreiro tem uns 2 anos. Foi encontrado em uma construção, provavelmente atropelado,  pelo estado em que estava a patinha dele . A veterinária disse que estava há mais ou menos um mês com a pata naquele estado, sem nenhuma ajuda! Imagine o que ele passou. uma vez que não houve como salvar a perna e  teve que ser amputada!
Depois ficou uma semana na minha casa, mas tenho um cachorro que é um Pitt e moro em apartamento, não deu pra ficar com os dois. Era meu sonho meu, mas não deu!  Hoje ele está em um hotelzinho da própria veterinária  mas o que precisa é de um lar pra ficar Um  lar especial como ele pois em hípótese alguma ele pode voltar pras ruas ou ser maltratado, depois de tudo que já passou!
E ele é um Guerreiro mesmo porque, mesmo amputado,  não perdeu nada da sua mobilidade, corre como ninguém!! Ele é tão doce que dormia na cama, limpíssimo,  dócil, pede carinho pra todo mundo e o tempo que ficou aqui em casa, ficava a maioria do tempo na sacada e não reclamava, nem latia, é um anjo!
Guerreiro me impressionou muito. Estava na rua  com a pata quase "podre" ainda tinha que procurar comida pra se manter vivo, e hoje está bem e com uma alegria que emociona mas continua sendo um cão sem uma família, sem casa e agora, sem uma das patas. Quando passeava com ele aqui perto da minha casa todo mundo parava pra ve-lo,  por ser um amputado mas, infelizmente, até hoje,  ninguém o quis ............ "

Ligue para adotá-lo ou ser seu Lar de Apoio?  
(48) 9961 9169 ou 
9962 7024, a tarde.
Agora ele já está salvo mas precisa, ainda,  dos  contatos  de todos voces! Divulguem para seus amigos, por favor? Obrigada e vejam as fotos desse GUERREIRO!!!



sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Eu queria tanto....

 Que as pessoas castrassem seus animais; que cuidassem deles quando doentes;
que nunca, jamais os abandonassem; que entendessem que eles sentem como a gente e que também envelhecem e  precisam muito de nós. Para reflexão, como tudo aqui.

* Cartaz que circula na internet, sem autoria.

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

CADELINHA MORTA A TIROS POR POLICIAL EM FLORIPA/SC

"CADELINHA MORTA A TIROS POR POLICIAL
Fiquei perplexa com tamanho DESPREPARO por parte do policial que atirou numa cadela, simplesmente porque ela latiu em sua direção. Me desculpem, mas até onde sei, cães ainda NÃO APRENDERAM que os homens fardados, na maioria das vezes, são os "mocinhos”. Para os cães, o humano desconhecido que entra no quintal ou nas imediações e sua casa, é INVASOR DE TERRITÓRIO, seja ele um policial, no cumprimento de seu dever, seja um larápio, querendo furtar algo. E os cães foram ensinados, há milênios, a defender o território daquele que lhe dá comida, de seus tutores, e o fazem latindo, dando alarme. Todos os dias vemos pessoas querendo cães que façam exatamente o que essa cadelinha fez: defender seu território. Para piorar, o entrevistado JUSTIFICOU o ato dizendo que o policial atirou porque a cachorrinha havia colocado em risco sua integridade física. Meu Deus, alguém viu alguma imagem do policial mordido, perfurado com os dentes da cadela, sem um pedaço de braço, arrancado pela "fera", que mostrasse plausível sua atitude? Se um cão latir para um "estranho" é colocar em risco a integridade física dessa pessoa, a ponto de disparar 5 tiros, pergunto-me o que faria o policial se uma criança apanhasse uma pedra e a jogasse em sua direção? ......"
Texto de Jane Maschio, da ONG Amigos dos Animais de Rua = AMAR, de Florianópolis

A matéria abaixo foi veiculada no Diário Catarinense.
 Leia aqui ou acesse o link, com vídeo

Policial mata cachorra com cinco tiros no bairro Bom Abrigo, em Florianópolis

Corregedoria vai apurar a reação do policial militar, que teria agido em sua própria defesa, segundo comandante

document.write("
Atualizada às 15h13min<\/strong><\/p>"); }else{ document.write("
Atualizada em 27/10/2011 às 15h13min<\/strong><\/p>"); } }
-->
-->
O motoboy Fabrício Cardoso era o dono da cachorra Fani, de um ano e três meses. O animal foi morto por um policial militar com cinco tiros na tarde da última quarta-feira, na praia das Palmeiras, no bairro Bom Abrigo, em Florianópolis. A justificativa é o risco de integridade física que a cachorra representava.

Confira o vídeo com a reportagem da RBS TVA ocorrência ocorreu por volta das 17h, quando os policiais do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) faziam rondas pelo bairro.

– Quando vi o policial, falei "calma, que já vou segurar ela". Aí vi que a cachorra ia voltar para latir para o policial e ele atirou cinco vezes na minha cachorra – lembra Cardoso.

O rapaz lembra que havia retirado a cachorra, da raça Pointer, da rua. Ele estava emocionalmente abalado no final da tarde de quarta-feira, sem entender a reação do militar.

No deck de acesso à praia das Palmeiras, que fica na região Continental, ainda há marcas de sangue e de tiros que podem ter acertado a cachorra.

De acordo com o tenente Fabiano Martins, comandante do PPT, a postura do policial militar foi a única que lhe restou.

– O animal foi em direção ao policial de forma agressiva, tentando mordê-lo. O PM se afastou e o dono do cão viu que ele ia morder e tentou afastar o cão, mas o animal se desvencilhou e tentou partir para cima do policial, que não teve outra forma se não disparar – explicou.

A Corregedoria da Polícia Militar deve abrir procedimento administrativo para investigar o caso.




quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Copiem, por favor, e divulguem muito!


Eu francamente não entendo pessoas que dizem amar seus animais e os mantém presos, em correntes, gaiolas, canis etc.  Precisamos aprender a respeitar os demais seres que habitam este planeta! Na verdade, como somos dotados de inteligencia (?), este deveria ser nosso papel, protegê-los, mas...

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Lembrei de você...


Gostei do texto abaixo e acredito que  TODO mundo pode fazer alguma coisa, sempre! No meu caso, peço e recebo valiosas ajudas de outros protetores,  amigos e conhecidos mas, normalmente, esses não são os que pedem....quem pede raramente oferece ou se propõe a dar algo....nunca podem. Incrível. Por isso apoio o texto abaixo, agradecendo a quem ajuda e faz a diferença!  



HISTÓRIA VERDADEIRA - APÓS O TORNADO

A história começa quando os voluntários encontraram
este pobre cão a quem deram o nome de Ralphie.

Ralphie, assustado e esfomeado, juntou-se aos seus salvadores.

























Pensávamos que nada sobreviveria após isto... 
mas estávamos enganados.


Esta pequena "senhorita" também sobreviveu à desgraça.
Aqui está ela já acomodada no carro - assustada mas segura: 


e eles... eles já não estão sozinhos: 
Ficam amigos instantaneamente, confortam-se um ao outro no carro.
Após adicionar aos dois cães, mais dois beagles encontrados:
Vem também este gato !  


E agora então, um novo viajante para juntar à turma...
(nota: o gato entra direto para o banco traseiro,


como que necessitando aconchego...)
e agora, como é que isto vai funcionar?
Cães e o gato juntos? 
(e lembrem-se : eles são todos estranhos uns aos outros) 


Se a humanidade pudesse aprender lições tão valiosas como esta, de amizade instantânea, solidariedade e harmonia pela via do respeito mútuo, sem olhar a cor, raça ou religião! 
Recebido por email. 

domingo, 23 de outubro de 2011

Notícias da LUA (ou Anitinha)

Adoro quando "meus"  adotantes  mandam fotos dos cães que resgatei e consegui uma família que os merecesse! Fico tão  feliz que esqueço o quanto fico apreensiva  por cada um que ainda espera um lar. Tenho cães ho$pedados há mais de 2 anos. Coisas que não tem explicação,  pelo menos as racionais. Compartilho com vocês as fotos da Anitinha, rebatizada de  LUA, desde o dia em que chegou no meu apto, em novembro de 2008, até hoje.
A ninhada foi abandonada dentro de uma caixa, na chuva, num matagal. Todos estavam 
com fungos e muitos vermes!  Foi um milagre terem achado...
Fiquei 2 dias com as 3 bebes e depois outros protetores assumiram as outras 2 e eu fiquei com esta, a mais elétrica, minha escolha, e por isso meu nome. Aqui vão MUITAS fotos, porque ela era,  e ainda é, uma figura! Ficou 3 meses comigo, até receber 2 doses de vacina e melhorar bem da pele. A adotante a levou para  castrar quando fez 6 meses (outros tempos!) Vejam ela dormindo com a minha FIONA, que fofas! Aguenta coração!






   Agradeço a Karyn Flávia da Silva pelas notícias e as fotos abaixo. Aproveito para agradecer a cada pessoa querida que adotou um cãozinho  que esteve, um dia,  abandonado! Voces são especiais! Afinal, qualquer um pode comprar mas, para  ADOTAR, precisa ser aprovado  e é meu direito escolher quem vai cuidar de um ser a quem dediquei todo meu afeto e cuidados.


 






sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Bebês abandonados, todos os dias

Se você conhece alguém cuja cadela fica dando cria, seja para vender ou doar, a convença a castrar? Eduque essa pessoa? Mostre à ela a necessidade de ajudar os animais? Eles não têm como se proteger.  Você acredita que muita gente acha que é opção da cadela ter crias? E que não castram machos por pena? A gente ouve de tudo! Enfim, um dia já acreditaram que a terra era plana, que negros deviam servir brancos, que chuvas eram castigo e outras ignorâncias...





quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Cachorrinha morre e menina de quatro anos escreve para Deus

Não se sabe quem respondeu, mas existe uma belíssima alma trabalhando no arquivo morto dos correios americanos. Texto e imagem recebidos por email, sem fonte.


Abbey, nossa cadelinha de 14 anos morreu no mês passado. No dia seguinte ao seu falecimento, minha filha de 4 anos, Meredith, chorava  e comentava sobre a saudade que sentia de Abbey. Ela perguntou se poderia escrever uma carta para Deus para que, assim que Abbey chegasse ao céu, Deus a reconhecesse. Eu concordei e ela ditou as seguintes palavras:

Querido Deus.
O Senhor poderia tomar conta da minha cadela? Ela morreu ontem e está ai no céu com o Senhor. Estou com muitas saudades dela. Fico feliz porque o Senhor deixou ela comigo mesmo que ela tenha ficado doente. Espero que o Senhor brinque com ela.Ela gosta de nadar e de jogar bola. Estou mandando uma foto dela para que assim que a veja, o Senhor saberá logo que é a minha cadela. Eu sinto muita saudade dela.
Meredith

Pusemos num envelope a carta com uma foto de Abbey com Meredith e a endereçamos: Deus - Endereço: Céu. Também pusemos nosso endereço como remetente. Então Meredith colou um monte de selos na frente do envelope, pois ela disse que precisaria de muitos selos para a carta chegar até o céu. Naquela tarde ela colocou a carta numa caixa do correio.
Dias depois ela perguntou se Deus já tinha recebido a carta. Respondi que achava que sim.
Ontem havia um pacote embalado num papel dourado na varanda de nossa casa, endereçado a Meredith numa caligrafia desconhecida. Dentro havia um livro escrito por Mr. Rogers, intitulado "Quando um animal de estimação morre". Colada na capa interna do livro estava a carta de Meredith. Na outra página, estava a foto das duas com o seguinte bilhete:

Querida Meredith,
A Abbey chegou bem ao céu. A foto ajudou muito e eu a reconheci imediatamente.
Abbey não está mais doente. O espírito dela está aqui comigo assim como está no seu coração. Ela adorou ter sido seu animal de estimação. Como não precisamos de nossos corpos no céu, não tenho bolso para guardar a sua foto. Assim, a estou devolvendo dentro do livro para você guardar como uma lembrança da Abbey. Obrigado por sua linda carta e agradeça a sua mãe por tê-la ajudado  a escrevê-la e a enviá-la pra mim. Que mãe maravilhosa você tem!! Eu a escolhi especialmente pra você. Eu envio minhas bençãos todos os dias e lembro que amo muito vocês. A propósito, sou fácil de encontrar: estou em todos os lugares onde exista amor.
Com amor
Deus

terça-feira, 18 de outubro de 2011

Mais cães de raça abandonados. Se puder ajudar, ligue para os contatos que estão nos cartazes. Obrigada

Foi resgatado em 19/10 e a ROSA (fone 48.9636 3547) pede padrinhos da tosa e castração = R$ 100,00  quem puder doar, liga direto para ela? Obrigada




Os cartazes falam por si....Vai incentivar o comércio?


segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Para copiar e divulgar em FLORIPA

Os dados do cartaz abaixo já estão neste link
 mas,  como muita gente tem dúvidas, resolvi faze-lo para ser amplamente utilizado (copiado) e facilitar a resposta. É uma pena que a gente não tenha onde deixar nem 1 dia algum animal necessitado,  mas espero que isso melhore e a gente possa contar mais com o poder público.


Aqui o telefone de um taxi, cujo proprietário aceita transpostar animais,
coisa rara. Divulguem?