domingo, 4 de setembro de 2011

Muita energia para a linda Amelinha!

Recebi este email abaixo, de um querido (ex colega de trabalho) amigo da causa animal,  Luiz Paulo Martini Santos. Ele e sua esposa Marla,  têm muitos cães resgatados,  em sua casa. Um deles é uma cadelinha que "morava" no nosso antigo local de trabalho. Nos conhecemos pois ambos cuidávamos da mesma "menina" adorável, que teve a sorte de ser adotada por eles, também. Mas o email abaixo não é sobre ela e sim sobre uma cadelinha que a protetora Lilian Rech resgatou em maio deste ano, com tumores e extremamente debilitada. Penalizados com a situação da Belle, eles adotaram-na. Conseguir lares para animais que precisam de cuidados veterinários constantes, é uma raridade. E eles já adotaram alguns assim.
Vamos ao texto.....

Oi,
estou finalmente dando novas notícias da nossa meiga ex-Belle.

1. Nome.
O nome da Belle agora é Amelinha.
Amelia era o nome da minha mãe e também da minha avó paterna.
Duas mulheres fortes, batalhadoras, que superaram muitos desafios e dificuldades na vida, mas sempre os venceram com garra, coragem, força e determinação.
Como a gente sabia que ela ia precisar de muita força para superar seus problemas, demos o nome em homenagem às duas Amelias e como uma maneira de captar energias positivas para ela.

2. Apelido.
Ragatanga é um apelido dela.
Ocorre que ela é uma esfomeada, e quando vê que a gente está com um prato de comida para ela, ela começa a resmungar e a sapatear, parecido com a dança/música essa.
Como aqui em casa todos os cachorros têm apelido, ela também não escapou.

3. Sumiço.
Ela estava há apenas uma semana aqui, a Marla saiu, e ela tinha ficado tomando sol na porta da casa, numa almofadinha. De vez em quando eu dava uma espiada para ver se estava tudo bem, sobretudo em relação ao resto da turma.
Numa das vezes, ela não estava mais na porta.
Como não estava nem no escritório comigo, nem na sala com os outros, fui ver se estava no jardim ou então na garagem ou em frente ao portão. Nada!
Preocupado, desci para a casa para procurar de novo, cruzei a sala em direção ao quarto e... vejam a foto!
Folgada é pouco... rsrsrsrsrs



4. Dormitório.
Ela ganhou uma caminha e, depois de uns dias separada dos outros até estar ambientada, foi colocada na sala.
Uma noite, ela veio deitar na caixa de jornais velhos que tem no escritório. Quando fui dormir, a coloquei na cama dela.
Todas as noites, enquanto eu estava no computador, ela vinha deitar na caixa . Eu colocava uma cobertinha, e depois uma almofadinha, para ela ficar mais confortável e quentinha, se bem que o ambiente é agradável e, nos dias mais frios, tinha um aquecedor ligado.
Por causa do frio, e por ela estar dormindo tão à vontade, comecei a deixar que dormisse ali. Então, a cama dela foi posta ao lado da mesa do computador e, desde estão, ela tem seu próprio quarto. Neste momento ela está roncando aqui do meu lado.

4. Saúde.
Ela fez um exame logo que chegou. Estava, claro, com anemia e desnutrição.
Aliás, ela é meio cambotinha, e talvez isso tenha sido má formação óssea por falta de Cálcio, entre outras coisas.
Em uma semana ganhou 1 kg na fábrica de cães gordinhos da Tia Marla.
Porém, ainda estava muito fraca quando chegou a primeira onda de frio severo, ainda em junho [ela veio para cá no início de junho]. Apesar dos cuidados, teve pneumonia. Foi tratada, mas dias depois teve uma recidiva. Aí entrou num tratamento mais longo. Nesse meio tempo, ainda em tratamento, ganhou mais um quilinho, estava com 4 kg no final de junho, quando novo exame também mostrou que não tinha mais anemia.
Não temos dúvidas de que, se não fosse a rápida ação da Lilian a recolhendo no final de maio, ela não teria resistido nas ruas essa temporada de inverno e teria morrido.
Ela também fez exames para ver os tumores. Não foram detectadas metástases. Quanto à malignidade ou não, só se saberá após a cirurgia.

5. Cirurgia.

Em função da necessidade de ganhar peso e ficar forte para enfrentar a cirurgia, e depois tendo que esperar o tratamento da pneumonia, a cirurgia foi sendo adiada.
Agora, está marcada para a próxima 3ª feira, dia 06 de setembro.

6. Energias.
Bem, além das notícias que já queria ter mandado há muito tempo, estou escrevendo agora para pedir que
façam uma corrente positiva para ela na 3ª feira.
Cada um nas suas crenças, façam o que achar que devem.
Nós estamos acendendo velas a semana inteira, sobretudo de cor laranja, que é a cor da Saúde.


Abraço, Luiz Paulo

         Conte com nossa oração e torcida,   Amelinha Ragatanga!!!!