quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Encontrei a lindíssima NINA hoje !!!

Encontrar meus cães por acaso, depois de adotados,  é muito gratificante.
Faz tudo valer a pena.
Foi uma alegria ve-la depois de quase 3 anos, linda, faceira e bem cuidada! Não sei se ela me reconheceu (pulou em mim e fez festa)  ou se é amável com todos agora,  pois antes era arisca e medrosa. Encontrei Nina, pela primeira vez, no centro da cidade, junto com um outro cãozinho, o NICK (este me deu uma baita mordida,  mas dele falarei em outro post - adianto que está bem, também). Ela era novinha e os dois viviam andando pela cidade, sempre juntos. Eu os vi algumas vezes e os alimentava na rua mas, num dia de chuva, me acompanharam até meu prédio e os coloquei para dentro. Não tive coragem de deixá-los na chuva. Esta é a primeira foto da dupla, na minha área de serviço.

Dei comida, água, coloquei anti pulgas e carrapatos, que sempre tenho a mão, e o chão ficou pintado de preto. Ambos estavam lotados de parasitas.
Mas eles não dormiam e ficaram choramingando. Estavam acostumados a passear e não ficaram bem,  num espaço limitado... No dia seguinte fui com a foto nas clínicas e agropecuárias perto daqui e numa delas disseram que eles eram do morro e viviam ali e eles davam ração. Expliquei que estavam mal cuidados mas insistiram que eles fugiam mas sempre voltavam para casa.Me senti mal por os estar privando de sua família e os devolvi para a rua, na verdade, os deixei na agropecuária.
Eles foram embora, continuei dando ração quando os via e fiquei monitorando. Avisei muita gente, sobre eles e sempre tinha notícias.  Uma vez me disseram que estavam passeando perto do terminal de onibus, bem longe da área deles. Fiquei preocupada. Muito longe de casa e correndo sério risco de atropelamento. Decidi que os pegaria, de qualquer jeito. Avisei meus amigos e  na  véspera de 31/12 os encontraram na Av.Beira Mar e me ligaram. Esta é uma época difícil para eles por causa dos fogos e super população "festeira" em Floripa. Sem chances de ficar nas ruas, sem danos. 
Assim,  Nick e Nina se somaram aos meus protegidos mas não consegui mantê-los em casa pois meu cachorro não aceitou o Nick e ele teve que ir para uma hospedagem e foram separados. Uma pena,  mas é muito raro doar 2 animais para uma mesma família,
de qualquer maneira.
Nina ficou na minha casa, até ser adotada, nesta folga que voces podem comprovar ...
            Em março de 2009 Nina foi vista no site http://www.eobicho.org/ , e tirou a sorte grande!
Ana Paula  foi vê-la e foi amor à primeira vista! 
Nina é muito bem cuidada e a Ana observou uma coisa que eu nunca havia visto - uma estrela de cinco pontas -  perfeita, no peito dela, como podem ver na foto abaixo.  Especial.  Ana Paula é uma adotante responsável e consciente, uma benção. Fiquei emocionada em encontrá-las  passeando, em perfeita harmonia e a Nina tão feliz!  
Obrigada por isso.

Nina feliz, adotada, em foto de Ana Paula Koch.