quinta-feira, 4 de fevereiro de 2016

Serafina e seu incrível lado maternal - lindas cenas!

Quando pego filhotinhos para cuidar prefiro sempre dois, pois acho um pecado deixá-los sozinhos. Já basta estarem separados da mãe, ficarem completamente solitários me dá uma tristeza imensa (sempre me coloco no lugar deles). Sei que algumas pessoas acham que isso não importa, mas eu me sinto melhor quando eles têm companhia e ficam brincando, felizes, mesmo que isso represente bagunça e trabalho em dobro. Desta forma, sempre tento convencer as pessoas a adotarem dois, como eu. Acho melhor para eles, de verdade.
Em dezembro me pediram para cuidar de duas bebês que estavam muito ruins de saúde  e debilitadas. Eram duas maninhas de raça, com riscos de vida. Depois que ficaram 100% uma delas foi adotada e a outra ficou sozinha... O jeito foi apresentar para os 5 que estavam no meu apto (filhos + netos). Ela foi bem aceita, mas como sempre, Serafina assumiu a bebê, que está só esperando ser castrada para ir para a casa dos adotantes. Enquanto isso eu me delicio e me comovo com as cenas das duas e curto esse período gostoso. Serafina é um anjo! Malú também é um amor, vejam:


Para ver mais cenas da Serafina com bebês é só colocar o nome dela no campo PESQUISAR, aqui no BLOG ou acesse AQUI para ver um deles.



quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

PROCURANDO GUGA - Uma história com final feliz!

DESAPARECEU DIA 31/12 POR VOLTA DAS 16:27hrs
Balneário Camboriú SC 
FOI ENCONTRADO DIA 30/01



Terminou bem esta história, para alegria geral, especialmente do Guga e de seus pais, que me autorizaram a publicar no Blog,  para ajudar outros!

Anda um perigo deixar animais de raça sem supervisão. Para vocês terem uma ideia, estou com 2 de raças pequenas comigo na praia que só ficam no quintal quando estou perto ou olhando. Se vou tomar banho, qualquer coisa do gênero, deixo dentro de casa e com tela na porta. Exagero? Não mesmo! Eu simplesmente vejo diariamente os pedidos de ajuda e, sendo cães, de raça ou não, tento  ajudar, compartilhando pedidos. Os compartilhamentos ajudam MUITO. Eu não faço distinção de raça ou genero.

Claro que em relação a furtos de residência pouco podemos fazer, além de procurar depois, mas uma coisa é certa:
ANIMAIS CASTRADOS TÊM MUITO MAIS CHANCES DE SEREM DEVOLVIDOS, primeiro porque são adultos, difícil de vender, segundo que não geram lucro com crias, este o grande interesse dos sem alma. Vejam ONDE e como estava o Guga: procurando namorada! Me dói vê-los sendo explorados desse jeito! 

E sinceramente, JAMAIS compre animais via pet shop, agropecuária, internet ou outra procedência duvidosa. É você que compra que gira essa roda de maldade e maus tratos. pelo sim, pelo não, não compre por princípio: vidas não são mercadorias - por ter comprado um há 13 anos que sei bem como são animais de criadores clandestinos, mas entendo que muita gente não saiba. Por isso eu nunca me canso de conscientizar. Acredito que só pela educação melhoramos a vidinha tão curta deles.
Parabéns aos pais do Guga que nunca desistiram de procurar!
Vida longa e feliz para todos! 
Abaixo, o texto da Bárbara, mãe do GUGA, em sua página no Facebook:

Procurandoguga  sentindo-se muito feliz em Balneário Camboriú.

Então gente, primeiramente gostaria de agradecer UM por UM, sintam-se abraçados, até mesmo a minoria que criticou, pois isso nos impulsionou ainda mais.
Todos acompanharam o meu sofrimento e foi graças a força que recebi que o Guga esta aqui hoje. Não imaginei que daria tanta repercussão, porem desejei que repercutisse muito, pois sei que assim seria mais fácil de encontrar meu bebe.
Como todos sabem, não descansei 1 minuto, o lema era: NÃO DESCARTAR NADA
Não descartar denuncias, informações, SITES DE COMPRA E VENDAS (OLX etc.)
E foi assim que a luz brilhou, apareceu essa carinha linda e gorda procurando uma namorada. Como não tinha certeza, porque fotos enganam, apresentei uma namorada e assim me aproximei do meu Guga. Confesso que a primeira reação dele me chocou muito, pois ele reagiu com calma e nem olhou na minha cara, só queria saber da fêmea que peguei emprestada e levei. Quase cheguei a pensar que não era ele e vim embora.Mas aquilo ficou na minha cabeça e no meu coração. Mandei de novo a foto para umas amigas e elas bateram o pé dizendo que era o Guga, pois as rugas eram as mesmas. 

Então intimei a pessoa que estava com ele e disse que queria resolver numa boa, ela acabou confessando que era meu Guga e que havia comprado, que nos devolveria. Hoje cedo partimos para Palhoça com o coração a mil. Chegando la de novo a reação fria do Guga (acredito ser um estado de choque, pois tb estava assim), olhamos a cicatriz e tudo se confirmou, porem para minha surpresa quando comecei a chorar ele se desesperou e me reconheceu, quase teve um colapso de ansiedade e eu também quase tive um. Ele voltou no carro tendo ataque de ansiedade, brigava comigo, me agradava, reclamava, olhava como quem quisesse fazer mil perguntas. Logo nos encontramos com o papai (outro encontro emocionante) e agora só alegria. Ele emagreceu uns 3 kgs mais ou menos.
As pessoas que estavam com ele eram pessoas boas?
Não sei, poderiam estar mentindo, também poderiam estar falando a verdade, cabe a Deus julgar. Eles disseram que compraram o Guga e que a pessoa ficou de levar os documentos e sumiu, devolvi o valor que afirmaram que pagaram e não quis saber de mais nada. Pois havia uma criança envolvida.
Agradeço de novo a todos, todas as curtidas, compartilhamentos, ligações, whats, cartazes, tudo mesmo. Não sei como agradecer tanto carinho...

sábado, 30 de janeiro de 2016

Boris & felicidade - a promessa!

Continuando o post de ontem, compartilho com vocês a alegria de informar que Boris foi adotado pelo seu Lar de Apoio, depois de 2 meses sendo cuidadíssimo pelo casal Aline e Allan, que em 2014 adotaram a NINA, cuja história vocês podem conferir AQUI.
Tenho a sorte de ter adotantes maravilhosos e nunca me canso de agradecer por isso. 




E já que estamos agradecendo, muitas pessoas entraram na vida do Bóris e, de uma forma ou outra, me ajudaram em algum período, além dos adotantes (pais dele). Gratidão à  Ivone Machado; Ana Paula Kock;
Emanuelle Moraes e Rose, da Ho$pedagem Império dos Bichos  e
 Angela Poliana - foi pela belíssima PÁGINA dela que a Aline resolveu ajudar o Bóris.

Enfim, depois de 2 meses, Alan e Aline, conscientemente resolveram me ligar para dizer que não abririam mão do Bóris, mesmo ele sendo quem é, ou seja, um cão CHEIO de energia. Só muito amor mesmo. Nos ultimos 10 dias umas 5 pessoas ligaram para adotá-lo, e daí eles ficaram com o coração apertado, até porque a Nina já o ama, e cuida dele. Aline cuida tão bem que até está dando comida caseira feita para cães, que está disponibilizando para as pessoas da ragião de Floripa, é só entrar em contato com ela, curtindo a página dela no 
FACEBOOK.
Como sempre, abaixo, os registros de Aline e Alan,  da Nina e Bóris:

 






sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

BORIS em fotos e um pouquinho de sua história


 Boris já nasceu lindo e tá cada vez mais. Seus olhos encantam qualquer pessoa. Ele mudou tanto de cores quanto de casas, por causa de seu temperamento, MUITO ativo! 



 Reparem a mudança na pelagem...










...com seu maninho Shazan, outro fofo, e a estrela linda que nasceu em seu peito. Um charme extra.


Mas ele não deixava sua mãe e maninhos em paz e como moro em apto, os ganidos e brigas estavam incomodando muito todo mundo e sua mamãe, a Pucca, ja estava seriamente perdendo a paciencia com ele, daí foi para a ho$pedagem da tia Ivone, onde ficou 2 meses, foi castrado aos 3 meses para ver se diminuia a agitação e lá ...
também incomodava os outros, no caso, esta santa abaixo. 
Pulou tanto nela que dormiu, sem cerimonia...

    Daí foi adotado, mas infernizava a vida da maninha e foi devolvido.
Então o jeito foi colocá-lo num lugar onde fosse também educado, já que eu não tenho pulso firme (muito pelo contrário) e lá foi ele para Império dos Bichos, da Educadora Canina Emmanuelle Moraes, onde aprendeu a ter seu lugar para dormir, gastar energia, respeitar outros cães e passear na guia...  




 E virou um mocinho tão lindo quanto sua carinha <3 font="">

E tão obediente que ouviram minhas preces! Amanhã conto o resto...  
CONTINUA, mas você pode ver mais ...AQUI

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Fiona, Serafina & algumas reflexões

Minhas meninas, criadas em apto, adoram quando me mudo para a casa de praia. Elas aproveitam muuuito! Na primeira foto estavam se encarando para começar mais uma sessão de corrida pelo quintal. Delícia de ver. 
Já na segunda, a sincronicidade delas foi porque me chamaram e elas se viraram, juntinhas. Serafina é a mammy de todos e a Fiona uma eterna bebezinha.
Fica meio difícil ver a Fiona pois ela é da cor da vértebra de baleia. 

Tenho muita dó de cães que não tem um AUmiguinho para brincar. Sempre faço a seguinte analogia: imagine a gente, numa floresta, com todos os animais nos provendo sustento, tudo de bom, e sem ninguém para conversar... Cães precisam da companhia de outros cães. Aqui em casa ter mais de um tornou a vida deles mais feliz, embora a minha mais trabalhosa, mas quem não quer trabalho não deve ser responsável por vida nenhuma, não é mesmo? Tudo é um pacote, tudo tem prós e contras. Analise bem se você deve ter um animal de estimação: eles são compromisso para toda a vida!


Quando alguém me chama da rua, Serafina, para ficar mais alta, sobre na mureta do portão. E ainda acham que eles não  raciocinam...
 A gente ainda sabe muito pouco sobre eles! 
Linda minha filhas, não?